Álvaro Parente entre os 10 melhores na GP2 em 2009

Enquanto aguarda que o seu futuro se resolva Álvaro Parente foi considerado pela revista Autosport inglesa como o 7º melhor piloto em 2009 na GP2 Series.

Numa lista encabeçada naturalmente por Hulkenberg, figuram pilotos como Petrov, Grosjean e Di Grassi.

Aqui fica a lista completa:

1º- Nico Hulkenberg

2º- Vitaly Petrov

3º- Romain Grosjean

4º- Lucas Di Grassi

5º- Jerome D’Ambrosio

6º- Giedo Van der Garde

7º- Álvaro Parente

8º- Luca Fillipi

9º- Pastor Maldonado

10º- Roldan Rodriguez

A presença do Álvaro nesta lista acaba por reconhecer a combatividade que demonstrou durante toda a época, fazendo sempre corridas com muita garra, de trás para a frente, sem nunca “deitar” a toalha ao chão, o que lhe permitiu terminar a temporada em 8ª, após o mau início de época.

Anúncios

4 Respostas

  1. Desculpem mas esta lista é tudo menos realista! Como é que o Jerome D’Ambrosio que ficou atrás do Álvaro, em termos de pontuação, aparece em 5º lugar? Ainda para mais, no teste com a ORT o “formiga” foi mais rápido do que ele na primeira vez em que pilotava um carro de GP2!!
    Enfim, só espero que as equipas de F1 tenham um melhor conhecimento das capacidades reais dos pilotos!

    Abraços

  2. Acho que o único erro da lista é o facto do Jerôme D’Ambrosio estar à frente do Álvaro.

    De resto, se calhar o Filippi poderia estar à frente dele. Aceitava-se complemente.

  3. Não há listas indiscutíveis e esta da Autosport inglesa não será a primeira a contrariar. Pelo que vi esta temporada e terei visto a quase totalidade das corridas e qualificações, sem dúvida o Hulkenberg foi o mais forte e justifica segurar o topo da lista. Não poria em 2º e 3º o Petrov e Grosjean respectivamente. Desde logo valorizo pilotos que demonstram carácter, etica desportiva e integridade nas pistas e nisso, mesmo que sejam rápidos, o Petrov e Grosjean entraram em demasiados marasmos, situações nebulosas, tentativas de abocanhar a dianteira atirando colegas para fora. E se com isso o juri castigou o Maldonado, deixando-o em nono, deviam ter feito o mesmo com aqueles dois. Para mim o Di Grassi é o 2º melhor da temporada. Depois entre o terceiro e o sexto lugares, qualquer posição é justa pelo que fez o Álvaro. Não fossem alguns azares que teve, bem como alguns mas poucos erros, teria uma pontuação compatível com a terceira posição. O Petrov e o Grosjean têm talento e o Van der Garde vai querer confirmar esta temporada, mas para mim os 3 melhores foram o Hulkenber, Di Grassi e Álvaro Parente.
    Todavia, a minha lista não é indiscutível.

  4. Aquele pódio em Spa onde o Parente ganhou, tem 3 dos melhores pilotos da temporada, não necessariamente por aquela ordem, mas acho que o Parente merecia estar melhor classificado no global do que aquilo que esta classificação mostra.

    O Grosjean e o Petrov estavam numa equipa onde parecia que, no início da época, tinha um motor ligeiramente melhor que as restantes equipas, e isso não abona para revelar que estes pilotos eram efectivamente os melhores, e mereciam as posições cimeiras.

    O Hulkenberg foi, efectivamente, o melhor do plantel da GP2, e demonstrou-o ao longo das várias corridas da época. A referida prova de Spa fez lembrar-me de outra mítica prova onde o Parente dominou de fio a pavio à frente do Vettel, que agora está onde está.
    O Van der Garde, o D’Ambrosio e o Fillipi também fizeram boas épocas, mas ser o primeiro poderia merecer um lugar à frente do Parente, já os outros 2…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: