Álvaro Parente alcança top-10

A segunda corrida de GP2 do programa do Grande Prémio de Fórmula 1 de Itália não foi profícua para Álvaro Parente que terminou no décimo lugar depois de ter arrancado do décimo segundo posto da grelha de partida.

Após as incidências da prova de ontem, quando o jovem português terminou na décima segunda posição, apesar de ter arrancando do quinto lugar e de ter passado pelo terceiro posto, as possibilidades para a etapa de hoje eram limitadas, dado encontrar-se no meio da grelha de partida.

Porém, Álvaro Parente assumiu uma postura de ataque assim que os semáforos se apagaram, efectuando um bom arranque, ficando, contudo, bloqueado no congestionamento da primeira chicane, o que o impediu de subir na classificação. A partir de então, o piloto da Coloni passou a pressionar os pilotos que se encontravam imediatamente à sua frente, mas o seu monolugar não o ajudou a alcançar os seus intentos, uma vez que não apresentava o equilíbrio desejado, ultrapassando Crestani já muito perto do fim da prova. “Arranquei muito bem, mas alguns carros meteram-se à minha frente, o que me impediu de ganhar posições na travagem para a primeira curva. Andei sempre ao ataque, mas estava a sentir o monolugar muito sobrevirador, o que me impedia de tentar ultrapassar os pilotos que estavam à minha frente. Só quando começaram a sentir problemas de pneus pude ultrapassar o meu adversário mais próximo”, afirmou o piloto que na sexta-feira bateu-se pela pole-position.

Depois do seu fantástico resultado de Spa-Francorchamps e de ter alcançado o quinto lugar na qualificação de Monza, era esperado que o jovem do Porto pudesse lutar pelas posições cimeiras ao longo do fim-de-semana, no entanto, os seus resultados ficaram condicionados pelos infortúnios de que foi vítima durante a prova de ontem. Contudo, o Álvaro Parente olha para a ronda de Monza de forma filosófica. “As corridas podem ser bastante injustas e, no fundo, foi isso que me aconteceu este fim-de-semana. Mostrámos que tínhamos ritmo para andar nos lugares da frente, mas os resultados acabaram por ficar condicionados pelos incidentes de ontem. É preciso ultrapassar estes momentos menos felizes e olhar para o futuro”, considerou o piloto do Porto.

No próximo fim-de-semana Álvaro Parente voltará à Superleague Formula by Sonangol para disputar a etapa do Autódromo Internacional do Algarve da competição que reúne alguns dos mais importantes clubes de futebol do mundo.

Anúncios

14 Respostas

  1. Foi pena este fim de semana não ter corrido tão bem como em Spa, mas agora há que levantar a cabeça e mudar o “chip” para a superleague e…o fanday eheh 😀

  2. Paolo Coloni culpa Perez pela má prestação de Varinho.
    Tenho a certeza que o Alvaro vai fazer a ultima ronda da GP2.
    E mais, o Alvaro vai fazer a GP2 Asia.
    Ele merece.

    • Como sabe que o Alvaro, vai fazer a Gp2 Asia, disse o Paolo Coloni?
      Fico contente,por isso.

    • Só acredito, mais uma vez, quando tiver confirmações. A minha opinião é que colocar pilotos a correr que não têm budget será sempre preterido por um outro que tenha os bolsos cheios. O Paolo Coloni não pensará seguramente de forma diferente. Veremos o futuro. Também pode ser que entretanto apareça um Sponsor de relevo para o AP. A Soccerade assim como apareceu, de repente desapareceu…
      Um dado adicional para o Parente fazer a GP2 Asia, é que essa época marcará o aparecimento do novo Dallara Pirelli que fará, também (ao contrário das épocas anteriores), as Main Series de 2011. I.e. quem entrar agora na GP2 Asia ficará seguramente melhor preparado para essa época.
      Boa sorte para o Algarve. Espero que a cobertura mediática seja muito superior em Portugal para este fds, e também que os patrocinadores abram os olhos para a potencialidade comercial do AP.

      • Concordo plenamente.
        Era bom que neste fim-de-semana se conseguisse uma visibilidade que atraísse um ou outro patrocinador para ajudar à GP2 com a Coloni para Abu Dhabi e, ainda melhor, um patrocinador para ajudar o Álvaro a aceder à F1 em 2011. Mas um dos sérios e que não voltasse atrás com tudo quase pronto.

  3. O Perez para fugir salvo erro do Grosjean deu um “toque” com a sua roda traseira na dianteira direita do Alvaro…isto no arranque…. e a direcçao do Alvaro ficou num 8…para ir em frente tinha de ter o volante descaido para a esquerda…e fazer curvas assim nao é mt facil…!
    Este toque condicionou todo o fds…pois para hoje os engenheiros nao sabiam se o fraco andamento de ontem se devia ao toque ou ao facto de o carro nao estar no seu melhor.

    Vamos apoiar durante esta semana o varinho para ele nos dar mais uma alegria no proximo domingo!

    Abraço a todos

  4. Não vi este fim-de-semana as corridas (vi apenas os minutos finais de ontem), e tenho pena que os resultados tenham sido fracos. Ainda para mais, depois da qualificação, mas como disse o Álvaro “As corridas podem ser bastante injustas”.

    Agora vamos lá a reinstalar o chip da Superleague, e lutar pela Super final. Uma vitória é que era, mas isso já se sabia.
    Dificilmente vou ir ao Algarva, dada a longa distância que me separa.

  5. Não sei se irei a Portimão no proximo fim de semana, mas em caso de ir, gostaria de privar com os nossos amigos do forum.
    Abraço

  6. A proposito de Peter Solberg e da CITROEN

    A Renualt Portugal bem podia olhar para esta realidade em relação ao Parente, sei que o nosso mercado é Pequeno,mas as vendas de carros tambem são e em todo o lado.

    Estas estatisticas que aconteceram na Noruega são interessantes e de analisar pela Polaris.

    Depois de ter estado, novamente às portas da sua primeira vitória com o Citroen C4 WRC o piloto norueguês recebeu boas notícias oriundas do seu país, onde se soube que o importador local da Citroen subiu as suas vendas em…67%.

    Para o responsável máximo do importador norueguês da marca francesa, Oystein Johansen: “Não é difícil admitir que estes números se devem muito à nossa ligação com o Petter Solberg, pelo que é muito importante para hora que se estenda esta parceria na próxima época.”, referriu Oystein Johansen ao Autosport inglês.

    Fonte: Autosport.pt

  7. Pelos rumores parece que o Senna e Di Gassi Vão perder os seus lugares na F1, Sera que para o ano teremos o regresso a GP2 de 4 pilotos que ja se conhecem?
    Senna, Di Grassi,Grojean e nosso grande campeão Alvaro.
    the old school is back.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: