Álvaro Parente continuou a dar espectáculo

Álvaro Parente continuou a estar em destaque no Race of Champions – Champion of Champions, tendo alcançado os quartos-de-final numa prova em que estiveram presentes alguns dos melhores pilotos do mundo.

Tal como ontem, o jovem do Porto entrou em pista a vencer Jason Plato com facilidade, tendo logo de seguida um problema no seu carro que o impediu de terminar a segunda ronda. O piloto português batia-se com Michael Schumacher, quando um problema de caixa de velocidades o obrigou a renunciar a batalha com o heptacampeão mundial.

Com absoluta necessidade de vencer para se manter em prova, Álvaro Parente encontrou pela frente Alain Prost, tetracampeão mundial, e com uma boa prestação conseguiu bater o francês, garantindo a sua passagem para os quartos-de-final.

Foi então que o jovem português mediu forças com Filipe Albuquerque, protagonizando os dois um duelo luso. Ambos se empenharam ao máximo, tendo o piloto de Coimbra levado a melhor por curta margem, conseguindo seguir em frente até vencer a competição. “Foi uma eliminatória bastante disputada, penso que qualquer um de nós deu o seu melhor. No final, cometi um ligeiro erro que foi determinante. O Filipe esteve muito bem e foi um justo vencedor, por isso, é preciso dar-lhe os parabéns e, pelo menos, o caneco veio para Portugal”, sublinhou Álvaro Parente.

O piloto do Porto, que demonstrou ao longo de todo o evento a sua inegável rapidez, gostou bastante da sua passagem pela Race of Champions, tendo apontado o espírito que se viveu ao longo de todo o fim-de-semana. “É claro que quando entramos em pista queremos vencer, mas o espírito de camaradagem foi evidente ao longo destes dias e é muito interessante poder conviver com pilotos oriundos de competições tão diversas e com tantos títulos. É também importante dar algum espectáculo para o público, mas neste campo tive um pouco de azar, porque ontem ainda me deram um carro com um furo que me obrigou a fazer um pião, o que é sempre do agrado dos espectadores. Hoje, tive um carro com problemas de caixa de velocidades que nem para piões deu. Ainda assim, fui dando uns pequenos toques nas barreiras só para o público vibrar um pouco mais”, concluiu divertido Álvaro Parente.

Anúncios

8 Respostas

  1. para quem não viu e se a administração não se importar 😛

    http://www.youtube.com/user/AlvaroParente?feature=mhum vão aparecer ai uns videos do parente e se calhar um ou dois do albuquerque, acho que vale a pena

  2. Grande corrida Álvaro! Muito bom que um português tenha ganho, mas preferia que fosses tu! Grande prova, de qualquer das maneiras!

  3. Meus amigos não esquençam o que aconteceu ao Heikki Kovalainen quando a uns anitos atras ganhou esta compeição.
    Na minha opinião a ROC não é assim tão vulgar, pois mete muitos patrocinios .
    estou muito contente por Portugal ter um piloto que venceu,apesar de ficar melhor com o Alvaro.
    Mas não vencendo o Alvaro ainda bem que foi o Filipe.
    Não digo que o Filipe chegue longe (deus queira que sim) mas esta vitoria Vai-lhe abrir algumas porta que pareciam não abrir mais.
    Como o comentador lhe chamou, o ilustre desconhecido, chegou,viu e venceu.
    E no final o propio Loeb disse, apartir de agora vão ouvir falar muito do Filipe Albuquerque.
    Quanto ao menino chorão Vettel,o Homem não presta e viu se ser passado pelo piloto que foi enviado para a china, o Sr.Helmut Marko deve ter posto as mãos a cabeça, pois foi ele o grande causador da saida do Albuquerque da esfera da Redbull.
    ser batito 2 vezes não é sorte, e não me venham com a conversa dos feijões,porque o menino queria mesmo ganhar aquilo.
    não sei se reparam mas o vitelo ate o chumi quiz enganar, ao dar uma volta a mais para aquecer os pneus, mas a rapoza velha não se deichou ficar e exigio tambem dar essa volta.
    O nosso varinho esteve muito bem, penso que não passou ao lado desta prova, apenas lhe faltou mais sorte,na minha opinião a prova contra o chumi deveria de ter sido repetida, mas enfim…
    Final de epoca, agora vamos ver o que nos reserva 2011 para o Alvaro, espero que tudo corra bem apesar de aquela mensagem do fato não me trazer grandes esperanças.

    Abraço.

  4. Parabéns Àlvaro pela prestação no ROC, atrevo-me mesmo a dizer que se tivesses ganho ao Filipe, eras tu que trazias o ceptro :-)!!! O que tu e o Filipe fizeram foi um grito de revolta… quando são os pilotos do sul arranjam sempre cache, sendo do norte torna-se mais complicado!!! Caso não arranjes nada de jeito para a próxima época, por favor continua a correr pela nossa equipa, defende as nossas cores, pois se não houver aqueles erros infantis da equipa, acredito que seras campeão, afinal és do PORTO CARAGO! 😉 força Álvaro!

    • “afinal és do PORTO”
      Pois, ninguém é perfeito…

    • tiago monteiro, que levou para a formula 1 DOZE MILHOES DE EUROS do estado portugues… de que zona do país é ?
      deixem-se de tretas !

    • Victor, concordo com muito do que disse, mas um português é mais do que um nortenho ou um “mouro”, um “ilhéu” ou um “galego”. Quando está fora de Portugal, um portuense como o Álvaro ou Conimbricense como o Filipe são GUERREIROS LUSOS.

      E que guerreiros! São os melhores pilotos que temos… são, acima de tudo, enormes pilotos (pilotaços!) portugueses.

      Cumprimentos a todos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: