Boas indicações, apesar do abandono

Um abandono devido a problemas técnicos no seu carro impediu que Álvaro Parente alcançasse mais alguns pontos no Campeonato do Mundo FIA GT1, deixando, porém, Nogaro com a certeza de que poderá bater-se por bons resultados ao longo da temporada, apesar de ter algumas questões técnicas por resolver no GT inglês.

Depois do bom quarto lugar de ontem, que lhe garantiu três pontos para o campeonato, o piloto português sentia que poderia conquistar mais um bom resultado e, apesar de ter perdido algumas posições nas primeiras voltas, Grégoire Demoustier manteve-se nos lugares pontuáveis, o que possibilitava ao carro #2 terminar num lugar entre os seis primeiros.

Contudo, quando Álvaro Parente pegou no seu GT, após mais uma boa troca de pneus da Hexis Racing, sentiu de imediato problemas no motor que ditaram a sua desistência, não completando sequer uma volta. “O Grégoire teve um início de corrida complicado, mas conseguiu manter-se nas posições com direito a pontos, o que nos abria a possibilidade de pontuar e assegurar um bom resultado. No entanto, quando peguei no carro comecei a sentir problemas na electrónica do motor, obrigando-me a abandonar”, afirmou o jovem do Porto.

Apesar do resultado frustrante de hoje, o piloto oficial da McLaren GT está confiante para a restante temporada, muito embora admita que existe ainda algum trabalho pela frente para que tudo esteja de acordo com os desejos de toda a estrutura que representa o construtor inglês no Campeonato do Mundo FIA GT1. “Penso que conseguimos mostrar alguns sinais de competitividade ao longo do fim-de-semana, o que nos deixa optimistas para a restante temporada. Contudo, temos alguns problemas por resolver, sobretudo no que diz respeito à utilização dos pneus dianteiros. Estamos a trabalhar arduamente para solucionar estas dificuldades e penso que vamos conseguir e mostrar já em Zolder os nossos progressos”, apontou Álvaro Parente com confiança.

A próxima prova da mais importante competição do planeta dedicada a carros de GT será disputada dentro de duas semanas em Zolder mas, entretanto, Álvaro Parente tomará parte na primeira ronda do Blancpain Endurance Series de 2012, que se realiza no próximo fim-de-semana em Monza.

8 Respostas

  1. pena o carro deixar-te ficar mal.
    Estava a espera de ver aquelas recuperações á Parente.

    Fica para a semana.

    Abraço
    miguel

  2. mais do mesmo: o álvaro a mostrar que é um piloto acima da média e o material à sua disposição a limitar-lhe as suas aspirações…

    • Nuno… a qualidade do piloto já a conhecemos… os comentadores também o conhecem, aliás na corrida de qualificação, enquanto o Álvaro esteve em pista, “Álvaro Parente” era uma expressão que aparecia com regularidade (e sempre com a admiração do costume).

      Quanto à Macca… eu nem sou propriamente um fã deles. Sou um fãzinho por causa do Álvaro. MAS, numa coisa tem que se admitir, pelo menos ao nível da F1… já houve muitas temporadas que começaram em que eles tinham carros com muito má performance e em que acabaram a época a ou a discutir o título ou a discutir pelos lugares cimeiros da classificação geral.
      Julgo que a estrutura da equipa GT será a mesma, por isso tenho confiança no futuro.

      Ps.: um dos comentadores dizia que sabia que haviam muitas evoluções a caminho para o Macca… normalmente estes comentadores ingleses do automobilismo costumam ter informações de dentro das equipas (inglesas) pelo que é mais um ponto para estar optimista.🙂

  3. O Nuno Mendes fez um comentario á maneira.Aquilo que eu penso, desde sempre.O material nunca ajuda.

  4. Com “esta brincadeira” a MacLaren ainda se arrisca a ficar com a imagem manchada. Compreendo que o carro tenha problemas de juventude, mas e então o ano passado, serviu para quê? Isto de ser competitivo e “partir” sempre não serve para aqueles que investiram muitos €€€ na compra dos carros para as provas de GT. Já deve haver por aí muito team manager a pensar se fez boa opção para este ano. Continuo a dizer que como fã, isto assim não tem piada nenhuma e acho que o Álvaro não leva a mal eu falar assim, pois acima de tudo este blog serve para falarmos das corridas e performances do Álvaro, coisa que por este andar não vamos ter. De facto a velocidade intarnacional para o lado dos tugas vai bem mal, o Álvaro a penar nos Gts, o Monteiro a afundar-se no WTCC, o AFC que já não passa da GP3. Não sei não, mas mais um par de anos e não temos ninguém a quem apoiar.

    Cumprimentos.

  5. Forca Alvaro e melhor sorte para a proxima corrida. Continua a fazer o excelente trabalho que tens feito na McLaren e os bons resultados vao aparecer mais cedo ou mais tarde.

  6. Como disse o Nuno Mendes (por acaso também tenho Mendes nos apelidos), a Macca ainda pode evoluir. Aliás, o carro tem mostrado qualidade, e num fds sem problemas, e evoluções, os pontos vão chegar. Mais cedo do que tarde.

    O Álvaro é, claramente, o melhor piloto do carro nº 2, e teve a performance que teve na corrida 1, pelo que, caso o seu colega de equipa continue a melhorar, então vamos ter muitas alegrias em breve.

    Quanto ao Blancpain, tudo começa de novo.

  7. Pelos vistos, resta-nos rezar para que chova em todas as pistas por que para já parece que pelo menos a chuva o carro aguenta até ao fim.
    Boa sorte esta semana na blancpain.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: