Álvaro Parente no pódio!

 

Álvaro Parente esteve uma vez mais em destaque e hoje, após uma prestação notável, assegurou o segundo lugar na Corrida de Campeonato da ronda de Moscovo do Campeonato do Mundo FIA GT1.

O piloto português continuou a senda de bons resultados iniciada com a pole-position conquistada ontem, mas não teve um início fácil, uma vez que na Corrida de Qualificação, com a pista molhada, o seu colega de equipa sofreu um toque que o fez perder inúmeras posições.

No entanto, assim que Álvaro Parente pegou no McLaren MP4-12C #2 da Hexis Racing sentiu-se bastante à-vontade nas condições difíceis do traçado russo e encetou uma recuperação que o levou até ao sexto lugar final.

 

A Corrida de Campeonato, com o traçado da Moscow Raceway completamente alagado e com a visibilidade bastante reduzida, foi iniciada atrás do Safety-Car, mas assim que a acção começou o piloto da McLaren GT rapidamente levou o seu carro do sexto lugar até ao comando.

O andamento de Álvaro Parente era intenso e insustentável para os seus perseguidores, entregando o McLaren ao seu colega de equipa com uma liderança confortável. Este cruzou a meta no segundo lugar, alcançado o melhor resultado da dupla em Corridas de Campeonato. “Foram duas corridas disputadas em condições muito difíceis, sobretudo a segunda, mas o carro estava muito bom e pude atacar bastante. Ao longo dos meus turnos de condução estive sempre no limite e acabei por me divertir bastante, até por que gosto de andar na chuva. Em qualquer uma das provas recuperei muitos lugares e na segunda consegui alcançar o comando, posição em que entreguei o carro ao meu colega de equipa”, afirmou o piloto do Porto.

As exibições do português ao longo deste fim-de-semana foram notáveis, o que não é propriamente uma novidade, mas desta feita as suas prestações foram consubstanciadas por bons resultados, o que deixou o deixou extremamente satisfeito. “Este foi o evento onde tivemos melhores resultados, coroado com o segundo lugar desta tarde. É bom vermos o nosso trabalhado recompensado com boas classificações e espero que possamos continuar a este nível nas provas que faltam até ao fim da temporada”, afirmou Álvaro Parente.

Anúncios

28 Respostas

  1. Parabéns por mais um bom resultado. Venham mais destes.

  2. Notável. Vejam a corrida. Vale a pena. Muitos furos acima dos concorrentes.

  3. Ainda não vi a corrida do campeonato, mas dou os meus parabéns por mais esta brilhante prestação.
    Mas, mais uma vez, o Demoustier não conseguiu aguentar a posição em que o Álvaro deixou o carro. É pena, mas nesta altura do campeonato já não dá para mudar nada.

  4. Parabens Alvaro pelo excelente desempenho deste fim de semana.
    Vi agora as corridas no Youtube e ouvi com atencao os comentarios relativos ao McLaren e ao Alvaro.
    O carro numero 1 da Hexis esta em 3 lugar do campeonato e na luta pelo titulo, portanto o carro nao e tao mau como alguns aqui tem dito. O Alvaro na chuva nao tem concorrencia e continua a fazer um excelente trabalho para a McLaren.

    P.S: onde estao os comentarios dos profetas da desgraca??? Vem logo ca criticar/comentar quando as coisas correm mal, agora…nada.

    • Quem tem uma opinião mais crítica sobre o assunto, tem o mesmo direito de a expor como todos os outros, desde que o faça com educação. Claro que é muito bom para o Álvaro fazer bons resultados, mas continuo a achar que é mais uma época perdida para ele. Neste momento e fazendo uma analogia, o Álvaro é um daqueles jogadores de futebol de grande classe que acabam a jogar num campeonato do médio oriente sem expressão, mas com muitos €€. Todos como é óbvio, necessitamos de estabilidade para viver, agora não acredito que ele se sinta minimamente motivado.

      PS: Não me sinto profeta da desgraça, só acho é que nós Tugas acabamos por ser sempre o parente pobre no meio disto tudo e que por vezes nos contentamos com muito pouco. O ÁLvaro tem valor para muito mais do que o sofrível campeonato em que está inserido.

      • ACM,
        Não acho que este seja um campeonato perdido para o Álvaro, antes pelo contrário. É que, apesar de ainda não ter ganho uma única corrida, já por inúmeras vezes fez enormes prestações, e em algumas fez a sua parte: deixou o carro em primeiro, ou recuperou na segunda parte algumas posições perdidas pelo francês.

        Quanto ao campeonato ser sofrível, em parte já respondi. Mas sim, este campeonato é sofrível, por andar a perder demasiados carros, estando agora reduzido a menos de meia F1! Mas são os tempos em que vivemos, onde a Europa não tem tanto dinheiro para vícios caros como tinha dantes. E o desporto automóvel é, no fundo, um vício caro.
        Mas este campeonato não deixa de ser um campeonato do mundo FIA, ainda por cima o principal na sua categoria de GTs. Melhor do que este só o de Resistência (antiga Le Mans Series), mas esse vale apenas por uma corrida, a de Le Mans, e os GTs não são a categoria principal.

        Certamente que o Álvaro não estará muito contente com o que tem neste momento, e que aspira a mais, mas também não depende só de si próprio, e não há campeonatos melhores à mão de semear.

      • “Quem tem uma opinião mais crítica sobre o assunto, tem o mesmo direito de a expor como todos os outros, desde que o faça com educação.”, tens toda razao mas quando as criticas sao sem fundamento, sem conhecimento e acima de tudo sempre negativas so por serem negativas vale mais a pena nao fazer comentarios. Ja vistes que aqui e varios outros blogs algumas pessoas so fazem comentarios quando as coisas correm mal, o carro e isto o carro e aquilo, etc, etc e quando as coisas correm bem nada dizem.
        A tua analogia nao parece ser a mais correcta. Normalmente esses grandes jogadores ja estiveram em grandes clubes e agora no final de carreira preferem ter uma vida calma num clube pouco competitivo a receber a sua “pensao”, alem de que o fazem por escolha “€€” e nao por nao terem mais opcoes. No futebol nao e necessario ser milionario ou ter grandes apoios para jogar em grandes equipas, talento e reconhecido ao contrario do que acontece no desporto motorizado em que tudo gira a volta de cunhas, interesses e muito dinheiro.
        Dizes que e uma epoca perdida, ok e tua opiniao. Diz la entao o que seria melhor para o Alvaro perante as opcoes reais que tinha? E que criticar sem apresentar opcao e ficar na mesma e ja aqui foi dito varias vezes que esta era a melhor opcao disponivel quer queiramos quer nao.
        Tambem nao acho que sejas um profeta da desgraca. Os teus comentarios, embora nao esteja de acordo com alguns, tem algum fundamento e conhecimento ao contrario de outros comentarios aqui feitos. Generalizei para nao ser directo.
        Uma coisa que estamos de acordo e o reconhecimento do talento indiscutivel do Alvaro, ate os comentadores da corrida deste fim de semana reconhecem o seu talento. Muitas pessoas a varios niveis reconhecem o seu talento, o problema e que os potenciais apoios em Portugal nao o fazem e esses sim devem ser criticados e nao aqueles que lhe deram uma oportunidade.
        Aceitar e respeitar a escolha do Alvaro para este ano e para o proximo, ja que o seu contrato foi renovado, nao e ser “parente pobre” mas sim reconhecer que melhor nao era possivel. Como ja aqui foi dito antes, e preferivel estar a trabalhar embora um trabalho mau ou abaixo do nosso pontencial do que estar sem fazer nada a espera do impossivel ou quase impossivel.
        Quanto a motivacao, nao e necessario estar estar no topo do mundo para se estar motivado pelo contrario muitos pessoas encontram uma motivacao extra quando as coisas nao correm bem pois mais do que nunca querem demonstrar todo o seu potencial. Por exemplo, antes da 2 corrida o John Watson um dos comentadores e ex piloto F1 na McLaren perguntava e comentava com o Alvaro a ma performance do carro na chuva, ao que Alvaro respondeu vamos ver o que acontece na corrida e o que aconteceu na corrida e que o Alvaro em poucas voltas desapareceu no horizonte, era 2, 3 segundos mais rapido que o seu colega de equipa, se isto nao e motivacao nao sei o que sera.
        Desculpem o longo comentario.

    • A prestação do Álvaro à chuva foi, sem dúvida, exemplar e muito acima da concorrência, o que prova que a qualidade do carro e da equipa não atrapalha nos resultados.
      O problema é mesmo o Demoustier: mau demais para ser verdade. Nota se que é um jovem piloto que ainda tem que evoluir, mas não está necessariamente ao nível do exigido para aquele carro, e até para este campeonato. São erros a mais, é demasiado tempo perdido numa volta (chegou a perder mais de 5 segundos numa volta para o outro McLaren). Mas lá está: trás patrocínios para a equipa. E da forma como o campeonato vai andando, bem que são precisos.

      Mas, e respondendo em parte ao que o ACM disse, não estou a ver outro campeonato que possa estar em melhores condições para “receber” o Álvaro, tirando a F1, é claro. Talvez o DTM. E, é claro, há sempre a hipótese Le Mans Series, onde o Álvaro poderia fazer alguma diferença, mas acaba por ser um campeonato que apenas levita à volta de uma corrida.
      Mas não esquecer que o Álvaro não é um Demoustier que leva patrocínios para onde vá.

      • Bom, isto sim são debates interessantes. Pelo menos conseguimos por este blog a carburar qualquer coisa, já que ultimamente tem andado como as prestações do Mac, em baixo. Se me perguntassem que campeonatos poderiam ser alternativa para o Álvaro, como “treinador de bancada” poderia apontar umas hipóteses: 1 – O já aqui muito falado DTM. Segundo sabemos ou imaginamos, serão as marcas a colocar os pilotos e tenho a certeza absoluta de que o Álvaro é melhor piloto do que um Joey Hand ( BMW ) ou do que um Robert Wickens ( Mercedes ) ou Adrien Tambay ( Audi ). Acho que a nível de lobby, o esforço seria o mesmo com a vantagem de ser “mono-piloto”; 2 – GRAND-AM nos EUA. Temos o exemplo do João Barbosa que é certamente um dos pilotos mais respeitados e que suponho que neste momento seja pago para correr. Acho que com um colega de equipa mais competitivo teria ainda mais vitórias. Aí sofre um pouco do mesmo problema do Álvaro, companheiros mais lentos mas com €€; Temos também o exemplo do Sebastien Bourdais que sempre que faz uma perninha neste campeonato, obtém bons resultados; 3 – IndyCar. Ok que este é um dos meus campeonatos favoritos, e aqui sou tendencioso! O problema é que apenas nas equipas de topo poderia aspirar a ser pago para correr, mas nada impedia de se tentar “vender” a sua imagem de piloto vencedor. Aqui tomando novamente o exemplo do Bourdais, não acredito que ele pague para correr e nem sequer está numa equipa de topo.
        Claro que estas minhas ideias são uma mistura de “acho que” com campeonatos favoritos, mas que não são sonhos irreais como por exemplo uma F1.
        Já agora, acabei de ler o o Coletti saiu da Coloni GP2 e já não vai a Monza. E que tal nós lhes sugerirmos o nome do Álvaro para fazer uma perninha. Da última vez correu-lhes bem 🙂

        Cumps

      • Bem verdade que isto agora animou um pouco, ACM. Estava a faltar.

        Quanto às alternativas, não sou grande fã de campeonatos americanos. Começando na Indy, passando pelo Nascar, e acabando no Grand AM. Mas reconheço que o Grand Am poderia ser uma aposta interessante, até pelo que o João Barbosa lá fez e faz. Mas fica uma dúvida: há dinheiro de patrocínios para lá ir?
        Não sei como funciona no Grand-Am ou na Indy, mas pelo que dizes sobre a Indy funciona um pouco como na F1: és pago para correr numa boa equipa e tens que pagar para correr numa equipa da treta. Não esquecer que hoje o Álvaro é pago para correr na equipa campeã do ano passado…

        Já quanto ao DTM, vê se bem que é um campeonato em que demora a aprender a ser campeão. Como todos, na verdade.

        E sendo assim, acho que o melhor para o Álvaro é continuar nos GTs, de preferência ligado à Maca, que o futuro poderá vir a ser risonho. E muito.
        E gostava de o ver a fazer Le Mans, mas em protótipos, e ganhar à geral. Qualidade tem ele para ser o mais novo de uma equipa 100% lusa que, com um bom carro lutaria pela geral: Lamy, Barbosa e Parente. Quem sabe, um dia.

  5. a colone dispensou o colletti

    Sera que o alvaro tera uma hipotese para voltar a equipa?

    http://www.autosport.com/news/report.php/id/102237

    • Pensei logo no mesmo. Seria excelente. Mas duvido que a Mclaren autorize, para não chamar demasiado a atenção, e para não desfocar o piloto dos GTs.
      O facto é que um dos main sponsors esta época da Coloni é precisamente a (portuguesa) AdF, ainda hoje patrocinador do Alvaro precisamente desde o tempo em que ele fazia algumas corridas avulsas na época de 2011, tanto na Racing Engeneering como nesta equipa Coloni.

      (fala-se em monolugares e aqui estou de volta ao forum; sempre que houver uma oportunidade – ainda que remota, cá estarei novamente)

      • sim eu tambem
        sempre que haja a minima hipotese de monolugares
        em relaçao a mclaren acho que nao havera nenhum problema
        o sims, outro piloto do mp4 12 c de fabrica, tambem anda num lola da status grand prix no wec, por isso penso que nao sera por ai que o acordo nao acontecera
        o facto de a ADF patrocinar a coloni podera ser um factor a favor mas o alvaro deve ter concorrencia nomeadamente do fillipi.

        a ver vamos mas tou ca com um feeling… ;.-)

      • É bem provável que seja convidado.
        Só se preferirem outro piloto com mai$ crédito$, ou que esteja mais livre para estar com a Coloni.

      • Podemos esquecer os nossos “feelings”. O site italiaracing já confirmou o Luca Filippi, que vai regressar pela 23455ª vez. Equipa italiana, veterano italiano. Está certo.

      • Não esquecer que é uma corrida italiana.

  6. esperemos que sim.
    Quanto ao que aqui foi dito, tenho a certeza que o Alvaro devia estar na F1. No entanto, tal não é possível, pelo que continuo a ter muito prazer em ver estas corridas nos GT,

    Força Alvaro. Quem sabe… um dia a estrelinha venha ter contigo. Mereces, tens muito talento.

  7. Bastou uma demonstração á Alvaro Parente e este blog encheu. Parabéns. Afinal o apoio ainda mexe. E mais admirável é que ninguém falou das possibilidades do AP na Maclaren F1 . Se o Hamilton sair …

  8. “…é que ninguém falou das possibilidades do AP na Maclaren F1 . Se o Hamilton sair …”

    Quando vi as declaraçoes do E. Jordan afirmando que o Hamilton esta proximo de se juntar a Mercedes, tb me passou pela cabeça essa ideia… desse sonho poder ter possibilidades, por mais infimas que sejam as hipoteses! 🙂

    Quanto ao desempenho do Alvaro, sempre me alegro de quando em vez presenciar estas demonstrações de talento do nosso Piloto!

    Parecia que estava a andar numa pista seca em comparação com todos os outros… So o Senna!!! 😛

    Mas acabo sempre por ficar com aquela ponta de frustração no final, pois parece que algo de mau tem de lhe acontecer sempre!

    Pergunto-me a mim proprio qual seria a imagem sobre prestação dele na corrida de campeonato caso não tivesse que ter andado 23m atras do safetycar dos 35m a que teve direito?

    Fico sempre com algum amargo de boca, seja devido aos constantes azares ou as Demoustieirizações dos colegas! :S

    Algum dia a malapata tem que acabar.. continuo a acreditar que melhores dias virão e o seu talento será reconhecido e recompensado!!!

    FORÇA VARINHO!!! SEMPRE A FUNDO!!!

    • É isso aí!!! 😀

      Bruno, como tens andado… não estás a pensar em dar um saltinho ao Batracer?

      Abraço!!

      • Boas

        Por acaso no outro dia entrei para ver as vistas, mas aquilo esta completamente diferente…ia andar aos papeis!!

        O Ricardo a uns tempos mandou me uma msg no face para ver se reeditávamos a tripla maravilha!! 😀

        Aquele abraço

  9. Sai Hamilton, entra Paul Di Resta. Na Force India quem entra???

    • Apostaria nesta ordem de pilotos
      1. Gary Paffett, (está há espera há anos, como o Di Resta estava)
      2. Sam Bird, (óptimas prestações nos últimos 20 meses, e testa)
      3, Brendon Harley, (testou esta semana)
      4. Vietoris, (programa mercedes)
      5. Nigel Melker. (programa mercedes)
      São pilotos da Mercedes. sadly o Alvaro é “apenas” da McLaren…

  10. grandse corrida do filippi
    tenho que admitir
    e la estava o alvim de faria da ADF a festejar no pitlane com a equipa

    • Também reparei no Alvim de Faria. Podia de facto ter sido o AP a fazer uma corrida destas. Nunca me esquecerei que com o devido apoio e a devida equipa o Álvaro, sem duvida teria sido campeão GP2. Parabéns ao Filippi pela corrida de sábado.

  11. Alguém a seguir os treinos de Nurburgring ?
    O lesma do Demoustier andou 2 h com o carro e estava com o 11º tempo; o Álvaro pega no carro a 12 min do fim e na sua 2ª volta já o trouxe para 3º…

  12. Como é que há pessoas que acham que os GT1 é uma coisa boa para o Alvaro? O Domestier é uma nódoa, o que o Alvaro ganha este nabo perde em corrida.O Alvaro não chega a ganhar qualquer corrida assim. Os GT1 Hoje a corrida não tinha quase ninguem, autodromo às moscas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: