Dia produtivo para Álvaro Parente

Álvaro Parente já marcou presença em pista esta sexta-feira, tendo disputado as duas sessões de treinos-livres da ronda da Eslováquia do Campeonato do Mundo FIA GT1, impondo o McLaren MP4-12C da Hexis Racing na primeira.

Continuar a ler

Respostas de Álvaro Parente aos fãs

Finalmente, aqui ficam as respostas do nosso piloto.

 

André Fernandes

“O Schumacher gosta de carros com a frente muito certinha e a traseira solta. E tu Álvaro, como gostas que os teus carros se comportem?”

O que prefiro é ter um carro com a traseira bem presa especialmente na entrada das curvas para poder levar bastante velocidade para dentro da curva e depois a frente segurar se bem a meio da curva para poder acelerar o mais cedo possível e conseguir uma boa velocidade à saída.

“Houve interesse por parte da McLaren em estares presente nos testes para rookies?”

Isso foi bastante falado mas eles tinham 2 pilotos que fazem treinos no simulador durante o ano e precisavam de confirmar o trabalho feito no simulador em pista. Quem sabe o que pode acontecer no futuro…

 

Duarte Alcântara
– “Ocorreu na tua carreira desportiva, desde o seu início, algum convite que tenhas declinado e que hoje, retrospectivamente, terias aceite?”

Ocorreram, sim, alguns convites. Mas na altura estava muito próximo da Fórmula 1 e optei por continuar a tentar pelo caminho que estava. Os convites passaram por ir para os Estados Unidos e outro deles foi ir para os turismos.
– “Qual o piloto português, que já tenha guiado monolugares, ou que ainda guie, com quem te dês melhor, pessoalmente?”
Tenho bastantes amigos que já correram e outros que ainda correm com quem me dou muito bem, e estou com eles com bastante frequência.

 

NR

– “Agora que o Pedro de La Rosa vai (mais uma vez) deixar a McLaren para se juntar à Hispania, vai haver alguma alteração nas tuas funções dentro da equipa?”

Estou disponível para o que a McLaren queira que eu faça, é muito difícil saber o que pode vir acontecer. Mas tenho um cargo importante na McLaren GT que está a correr muito bem e estou muito contente com isso e com o estatuto que tenho lá dentro.

 

ACM

– “Aproveitando as mudanças na IndyCar para 2012, ( carros novos para todas as equipas ) achavas interessante poder fazer o campeonato?”
Acho, sim, um campeonato interessante, mas penso que para ir para lá Estados Unidos tinha de ter uma boa proposta e de uma boa equipa.

– “A McLaren até podia publicitar nos flancos do carro, o MP4-12C GT3 para potenciais clientes nos states!”

 

Quark

Penso que eles vão expandir para vários mercados mas primeiro penso que querem estabilizar por estes lados.

– “Qual foi o companheiro de equipa, desde os tempos do karting, que mais luta te deu?”

 

Miguel Ramalho

Tive vários que me deram muita luta mas em geral consegui sempre bater os meus colegas de equipa , mais recentemente lembro me de um piloto que é muito rápido em treinos cronometrados que me deu bastante luta mas depois em corrida normalmente conseguia ter um ritmo melhor que o dele que foi o Soucek.

– “Para o Álvaro ? A aposta nos monolugares na tua carreira pode considerar-se um assunto terminado??”

 

José Nunes

Não, a minha carreira sempre foi fórmulas e na direçao da F1, mas neste momento estou nos GT e numa marca incrível… se surgir um convite interessante gostava de fazer umas corridas.

– “Vais estar presente no Mundial de FIA GT pela McLaren, em 2012?”

Espero que sim, mas a McLaren é que vai decidir onde eu vou correr.Vai ser dos campeonatos mais importantes de GT.
Abraço a todos e obrigado pelo apoio e este ano prometo grandes corridas, como sempre.

P & R a Álvaro Parente

Estamos de volta, finalmente. Em primeiro lugar, pelo desculpa pela falta de actualizações durante um período tão prolongado, deveu-se não só à falta de notícias, como também a puro esquecimento e falta de ideias novas. Mas vamos ver se retomamos o nosso bom caminho.

Para retomar esse caminho, vamos retomar algo que agrada a todos: perguntas e respostas!

Coloquem as perguntas que desejarem ver respondidas pelo Álvaro; existe apenas uma regra: não esquecer verificar as perguntas já realizadas, para evitar repetições. Daqui a uma ou duas semanas, envio as melhores ao Álvaro e obteremos as nossas respostas. Uma vez mais, apelo a que façam perguntas sobre curiosidades e acerca da sua personalidade, por exemplo!

Quanto a este blog, ainda existe apenas graças aos fâs do Álvaro de duas formas diferentes. É graças a vocês que o blog existe e tem interesse… e também depende de vocês a transformação deste blog num verdadeiro site, com uma divisão para os fãs! Apelo, portanto, a algum leitor com conhecimentos de webdesign ou que conheça alguém com esses conhecimentos, a contactar-nos para agarrar esta ideia – custos anuais de domínio e alojamento já estão assegurados pelo management do Álvaro.

Obrigado a todos.

Respostas de A. Parente

Finalmente, temos as respostas do Álvaro à maior parte das perguntas colocadas! Algumas não foram respondidas por serem praticamente idênticas às de outros leitores, outras ainda não tinham resposta. Penso que está interessante, digam de vossa justiça.

Continuar a ler

Podcast de Álvaro Parente

Após um magnífico fim-de-semana Álvaro Parente dispensou alguns minutos para uma conversa com o nosso colega do 16 Válvulas, Gonçalo Sousa Cabral, falando do seu fim de semana em Spa e da próxima prova da Superleague Formula que se disputará em Adria, Itália. Para ouvir o podcast sigam este link http://radio16valvulas.podomatic.com/entry/2010-08-30T15_25_51-07_00

Aproveitando este post deixamos também aqui dois vídeos que retratam como foi o fim-de-semana de Álvaro Parente na Bélgica:

Respostas de Álvaro Parente às perguntas dos fãs

Agradecemos desde já, aos fãs, pelas perguntas realizadas e ao Álvaro pela disponibilidade demonstrada para responder às perguntas.

Clique em “Leia Mais” para ver as respostas. Continuar a ler

Álvaro Parente em entrevista ao 16 Válvulas

Num dia em que marcou presença no AIA para uma sessão de testes com a Aurora Racing Team, Álvaro Parente concedeu uma entrevista aos nossos colegas do 16 Válvulas. Falou do último Fan Day, que decorreu no KIRO e das suas perspectivas para o resto da temporada.
Agradecemos ao 16 Válvulas por nos conceder permissão para colocar aqui o vídeo da entrevista.

Fique então com a entrevista:

Entrevista a Álvaro Parente

Após a confirmação da contratação do Álvaro para a Superleague Formula resolvemos fazer uma pequena entrevista ao Álvaro. Continuar a ler

Álvaro Parente entrevistado pelo 16 Válvulas

Álvaro Parente foi entrevistado pelos nossos amigos do 16 Válvulas. Foram abordados diversos temas, em destaque a entrada de Parente na Virgin Racing, no geral está uma entrevista muito boa, e com uma mensagem do Álvaro para todos os fãs.

Aqui fica um excerto da entrevista:

Como se sente como piloto da Virgin Racing?

Entusiasmado. Foi pena não ter ficado como piloto de corrida mas penso que o projecto que montaram para mim para 2010 é bastante interessante e que me permitirá demonstrar todo o meu valor para em 2011 estar onde sempre trabalhei para estar.

Como se sentiu no dia da apresentação mundial?

Um misto de sensações. É um mundo totalmente diferente e a Virgin tem uma forma engraçada de fazer as coisas. Por baixo daquele ar “descontraído” está muito trabalho e organização.”

Para ler o resto pode dirigir-se ao blog 16 Válvulas, a partir deste link http://16valvulas.wordpress.com/

Respostas de Álvaro Parente

Aqui ficam as respostas às cinco melhores perguntas colocadas há alguns dias. Quanto às perguntas ao manager, Pedro Moreira dos Santos, ainda não puderam ser respondidas devido a indisponiblidade do próprio, naquela que presumo ser uma altura de fervilhar de negociações.

Continuar a ler

P & R a Parente e P. M. Santos

Mais uma vez, o blog avança com as já habituais perguntas e respostas a Álvaro Parente e Pedro Moreira dos Santos.

Cada comentário deverá conter apenas uma pergunta a cada um deles, e não deverá conter perguntas semelhantes a outras já colocadas em anteriores comentários. Todo e qualquer comentário que não diga respeito a este artigo, será eliminado.

Sugiro que as perguntas ao Álvaro sejam mais pessoais e originais, é só puxar pela imaginação. Uma das finalidades do blog é ficar a conhecer melhor o nosso “Varinho”, por isso há que aproveitar.

Serão aceites perguntas até às 24 horas da próxima sexta-feira.

Respostas de Álvaro Parente aos fãs

Depois de mais de duas semanas de espera, um fim-de-semana de corridas e muito trabalho, finalmente conseguimos as respostas do Álvaro à maior parte das perguntas que lhe foram colocadas aqui no blog.

FASTERPT:

Álvaro, depois deste início de temporada não muito positivo, e feita uma avaliação do que ficou para trás, o que é que pensa que falhou para não estar numa melhor posição actualmente?

AP:

O andamento não foi o problema, com certeza, pois temos tido andamento para andar sempre tranquilamente nos pontos. Eu tenho feito como sempre fiz para ganhar corridas e campeonatos, mas as coisas simplesmente não têm corrido bem, pelo menos até ao GP da Alemanha. Tive vários acidentes e um erro grave na Turquia, mas no fundo a minha abordagem é a mesma com que ganhei outros campeonatos. É pena ter estes incidentes na primeira corrida, porque estraga logo o fim-de-semana todo.

Vitor Alexandre:

– Sendo um entusiasta pelo desporto profissional automóvel, muito embora com carreira nos monolugares – recente excepção foi para a participação no campeonato espanhol de GT’s, tens interesse em participar, no futuro, numa prova de ralis do campeonato nacional? E o circuito de La Sarthe, que em Junho serve de antro para a mítica prova de resistência das 24 horas de Le Mans, também figura no périplo das provas a participar um dia e se há interesse por alguma categoria em específico?

AP:

Tenho curiosidade em experimentar ralis, mas a minha área é a velocidade, nos fórmulas. Mas, em geral, desde que envolva automóveis, não ponho de parte a participação em qualquer competição desde que seja do interesse dos meus patrocinadores e do meu interesse.

Quanto a LeMans Endurance Series, se aparecesse um convite realmente aliciante, em todos os aspectos, seria difícil de recusar, mas a verdade é que gosto mais de corridas sprint como GP2 ou F1, corridas de resistência não são o meu género. Mas, como já disse, se fôr interessante tanto para os patrocinadores como para mim, não é algo que se possa pôr de lado.

José Neves:

Ainda é possivel colocar o seu ORT com melhores afinações para tirar o melhor rendimento deste, até ao final da época para que possa fazer ainda grandes corridas?

AP:

Claro, temos andado sempre nos lugares pontuáveis e vamos até ao fim da época fazer tudo para continuar assim competitivos, só assim é que os bons resultados aparecem.

André Fernandes

Sei que nãoée fácil, mas como encaras a segunda fase da época? Ainda tens como objectivo chegar ao título ou já definiste novos objectivos e prioridades?

AP:

O meu objectivo passa sempre por, em cada fim de semana, fazer o melhor possível com o equipamento que tenho à minha disposição. A segunda fase da época passa por fazer tudo como sempre fiz, mas com menos acidentes, e sair de cada GP com muitos pontos amealhados; as contas fazem-se no fim.

Nuno Pereira:

Este início de época não tem sido famoso, como é público e notório. De que forma tem sido feita a preparação psicológica nesta temporada, que era tida como “do tudo ou nada”?

AP:

A preparação psicológica é feita praticamente como nos outros anos; tenho a sorte de ter pessoas que me ajudam que trabalham comigo em todos os aspectos e o psicológico é um deles. Eu tento sempre estar tranquilo e ao mesmo tempo dar tudo o que tenho quando entro no carro, e mesmo antes disso trabalhar muito bem para que o carro esteja competitivo.

Filipe Trica:

Preferes entrar para a F1 para uma equipa nova que certamente irá andar na cauda do pelotão, ou em apostar num 3º ano decisivo na GP2?

AP:

É evidente que gostaria de vencer a GP2, como venci em todas as categorias por onde passei. Mas, se pudesse escolher, preferia já estar na F1, pois mesmo sem ganhar podem-se fazer as melhores exibições de uma corrida, e se a corrida fôr de Fórmula 1, então não há nada melhor. Portanto, gostava imenso de ainda ganhar a GP2, mas se puder dar o salto para a F1 e fazer o meu trabalho lá, assim farei.

“Parente tem talento para vingar na F1”

Petersundberg

Peter Sundberg competiu com Álvaro Parente na primeira prova desta época do Campeonato de Espanha de GT e não tem dúvidas que o português tem condições para singrar na F1. O piloto sueco, de 33 anos, já se tinha cruzado com Parente no Mundial de F3 e na altura ficou impressionado.

Logicamente depende dos patrocinadores, da sorte e da política, mas sei qual é o nível dos pilotos que passaram da F3 para a F1. O Jenson Button, por exemplo, disse-me que ia competir mais uma época na F3 e um mês depois estava na F1. Isto também pode acontecer ao Álvaro porque ele tem talento e todas as condições para vingar. Se lá chegar tenho a certeza que não vai desiludir“, disse-nos, convicto, o sueco que chegou a testar na antiga Minardi . “Em 2001 coincidimos numa corrida de F3 em Albacete e lembro-me de dizer ao dono da equipa onde ele estava que dos quatro pilotos que tinha, Álvaro, apesar de ser o mais novo, era o melhor. Tem muito talento.

Sundberg venceu as últimas duas edições do Campeonato de Espanha de GT ao serviço da RSV, entretanto adquirida pela Aurora Racing Team. Na primeira prova desta época a equipa portuguesa (que alinha com dois Ferraris 430 GT) contou com a participação de Parente a título excecional, mas o piloto luso deve voltar aos comandos de um dos Ferraris da Aurora numa das duas etapas da competição que passam por Portugal.

in Record.pt

Pedro M. Santos: “Ser campeão em 2009 é o objectivo”

Aqui ficam as respostas de Pedro Moreira dos Santos, manager de Álvaro Parente, às perguntas colocadas aqui durante os últimos dias.

As respostas do piloto ainda demoram mais uns dias.

Continuar a ler

P&R a Álvaro Parente, Pedro M. dos Santos e Tiago Monteiro

Não é novidade para este blog: mais um artigo em que os fãs de Álvaro Parente e também todos os fãs portugueses de automobilismo poderão colocar perguntas a Álvaro Parente e ao seu manager, Pedro Moreira dos Santos. As respostas serão, como é costume, publicadas aqui no blog, logo que possível.

Porém, desta vez, o que é novidade é que, quem assim desejar, poderá também colocar perguntas ao chefe da nova equipa de Álvaro Parente, Tiago Monteiro, com a particularidade que estas serão respondidas no programa de rádio 16Válvulas do próximo sábado, dia 14 de Março, pela viva voz do Nº5 da Seat Sport, no WTCC.

Álvaro Parente não vai alem do 16º posto

Alvaro em Losail, corrida 2

Numa corrida que se adivinhava difícil, o Álvaro partindo da 17ª posição não conseguiu ir além do 16º posto na classificação final.
Teve uma saída de pista para evitar bater em Crestani, da Ocean Racing Tech, que “apertou” o Varinho quando este o tentava ultrapassar e ao que parece teve de novo, à semelhança de outros pilotos, problemas nos pneus.
A corrida foi dominada pelos homens da Campos, sendo o vencedor da corrida o mexicano Sergio Pérez seguido do seu companheiro de equipa Vitaly Petrov. A volta mais rápida foi conseguida pelo Sergio Pérez à passagem da volta 22 com um tempo de 1:39.527.
O Álvaro despediu-se do Qatar com resultados bastante modestos, fruto também de algum azar, mas certamente dado o seu valor e talento irá conseguir dar a volta por cima na Malásia, pois ao que parece e apesar de não ser para já oficial irá correr em Sepang.

Como complemento, aproveitamos para divulgar a entrevista de Pedro Moreira dos Santos ao 16 Válvulas, que aconteceu ainda antes desta segunda corrida, e na qual o manager do Álvaro deu algumas informações acerca da Feature Race. Referiu que, apesar de o Álvaro sentir o carro bastante rápido logo desde o ínicio, e de sentir que o mesmo tinha grande potencial, a decisão da equipa de apenas mudar os pneus de trás, na primeira paragem, estragou a sua corrida, pois os pneus da frente desgastaram-se em demasia. Falou também da qualificação e do capacete do Álvaro, por isso, a não perder: seguir o link das entrevistas 16 Válvulas.

Álvaro Parente convidado para GP2 Asia

Alvaroparente

Álvaro Parente encontra-se já de “malas aviadas” para o Qatar, onde vai correr no circuito de Doha, a convite da equipa árabe Meritus Mahara. Esta equipa, que apenas participa nas GP2 Asia Series, convidou o piloto português para correr no próximo fim-de-semana, sem custos para o piloto.
A qualificação será às 17h30 de quinta-feira, a primeira corrida às 16h de sexta-feira e a segunda às 16h de sábado.

Estou muito satisfeito por ter tido a oportunidade de pilotar pela MyTeam Qi-Meritus.Mahara e de fazer equipa com o Marco Bonanomi. Estou muito entusiasmado por me a uma equipa tão forte como esta, que tem feito tremer as equipas permanentes, graças à sua performance“. Álvaro garantiu ainda que vai “dar tudo para mostrar à equipa, à Questnet, o patrocinador principal, e aos meus fãs, aquilo que eu consigo realmente fazer este fim-de-semana; espero que a minha experiência na GP2 e também A1GP seja útil e que esteja bem preparado a tempo desta primeira corrida nocturna, no Qatar. Vou passar a maior parte dos próximos dias a conhecer o circuito e a tentar entrar no seu ritmo, rapidamente!

Peter Thompson, fundador da equipa, disse: “Queremos dar as boas-vindas ao Álvaro nesta sua primeira corrida com a MyTeam Qi-Meritus.Mahara; dentro de relativamente pouco tempo ele vai voltar ao ritmo acelerado de um fim-de-semana de corrida. A equipa está a lutar para se manter sempre a correr de igual para igual com as melhores deste campeonato, e este fim-de-semana temos uma dupla de pilotos fortes, cheios de vontade de triunfar, que vão dar tudo o que têm para que continuemos nos pontos.”

(fonte: gp2series.com)

Respostas de Álvaro Parente no 16Válvulas

Como foi aqui noticiado, Álvaro Parente foi entrevistado pelo 16 Válvulas no passado dia 20 de Dezembro, e respondeu às perguntas que foram postas aqui, pelos seus fãs.

Perguntas de Duarte Alcântara:

– Qual o adversário nas pistas que tiveste mais prazer em defrontar até hoje? Porquê?
– Qual o colega de Equipa com quem até hoje tiveste melhor relação?

Álvaro afirmou que teve várias lutas interessantes, nomeadamente com o Sebastian Vettel nas World Series by Renault, considerando-o um adversário muito forte. Na GP2 indicou as lutas com Bruno Senna e com Sébastien Buemi.
Parente disse também ter uma grande relação com Andy Soucek. Já se conhecem há muito tempo e tentam-se sempre ajudar um ao outro. Também afirmou ter uma boa relação com o brasileiro Bruno Senna.

Pergunta de Daniel Monteiro:

– Qual foi o obstáculo maior a ultrapassar no início da tua carreira de piloto?

Álvaro disse que, como todos sabem, é um desporto caro, e no inicio é importante ter um ‘paitrocínio’ muito generoso! Quando se tornou oficial no kart foi crescendo e a partir daí são precisos apoios.

Pergunta de Diogo Guilherme:

– Álvaro: é verdade que na Super Nova o apelidaram de “Chachi”, personagem de uma série antiga chamada “Happy Days” bastante parecido consigo?

Álvaro confirmou… disse que o apelidaram assim porque a personagem tinha o cabelo como ele e usava-o da mesma forma que ‘Varinho’. Não leva a mal, porque sabe que é uma forma de brincar com ele.

Após as perguntas, Álvaro Parente foi questionado sobre 2009. Respondeu que as negociações estão avançadas com três equipas, mas não está nada confirmado, afirmando que daqui a algum tempo ficar-se-á a saber-se de algo.

blog 16Válvulas

Álvaro Parente no 16Válvulas, este sábado

Este sábado, 20 de Dezembro, Parente será mais uma vez convidado do programa 16 Válvulas da Rádio Telefonia do Alentejo.

Sempre em contacto atento e amigável com o Blog do Álvaro Parente, o 16 Vávlulas sugeriu que os fãs do Varinho fossem parte da entrevista, sugerindo, aqui, perguntas para serem colocadas ao piloto, no programa.

Obviamente, perguntas sobre o futuro do piloto são, neste momento, desnecessárias, já que não há mais informação que possa ser disponibilizada que aquela que já foi. No entanto, recomendamos perguntas mais pessoais, menos comuns e curiosidades sobre o Álvaro.

Pedro M. Santos no 16 Válvulas

No sábado passado, dia 15 de Novembro, Pedro Moreira dos Santos, manager de Álvaro Parente, foi entrevistado em mais uma edição do programa 16 Válvulas, da Rádio Telefonia do Alentejo.

Para ouvir a gravação da entrevista, siga esta ligação.

A equipa do blog aproveita para agradecer o carinho que o programa 16 Válvulas demonstra pelo Álvaro, e como está sempre atento e interessado nos desenvolvimentos da sua carreira.

O programa está “no ar” todos os sábados, das 14 às 16 horas, e pode ser ouvido sintonizando a 103.2FM na zona do Alentejo, ou seguindo o link da transmissão online, em todo o Mundo.

Para além de Pedro Moreira dos Santos, o programa de Sábado passado contou com convidados de “peso”, como Filipe Albuquerque, Ni Amorim e Bruno Rodrigues.