Parente recupera nas curvas de Brands

Álvaro Parente esteve este domingo em plano de evidência e com uma boa estratégia conseguiu um lugar na Super-Final da ronda da Superleague Formula by Sonangol de Brands Hatch, sendo, no entanto, colocado para fora de pista logo na primeira curva por Craig Dolby. Continuar a ler

Advertisement

Carro equilibrado mas lento

Álvaro Parente teve mais uma qualificação complicada e irá arrancar para a primeira corrida da etapa de Brands Hatch da Superleague Formula by Sonangol da sétima linha da grelha de partida. Continuar a ler

Álvaro Parente espera não ter azar em Brands Hatch

Álvaro Parente tem vindo a demonstrar ser um dos pilotos de ponta na Superleague Formula by Sonangol, tendo o azar o impedido de alcançar os resultados que estão claramente ao seu alcance. No próximo fim-de-semana o jovem português terá em Brands Hatch mais uma etapa do campeonato, onde espera poder explanar todo o seu potencial. Continuar a ler

Álvaro Parente sai de Silverstone no 2º lugar


Álvaro Parente esteve em destaque na primeira ronda da Superleague Formula by Sonangol, deixando Silverstone no segundo lugar do Campeonato, demonstrando que, nas suas mãos, o carro Futebol Clube do Porto será um dos candidatos ao título deste ano. Continuar a ler

Parente inicia a temporada na vice-liderança

Álvaro Parente terminou a superfinal do fim-de-semana na quinta posição. Depois de um bom arranque, passou para a primeira posição da corrida mas, na defesa da sua posição, cometeu um erro que acabou por fazer com que perdesse várias posições. No final, este 5º lugar valeu mais 2 pontos e Álvaro Parente começa o campeonato na vice-liderança, apenas na segunda vez que experimenta o monolugar da Superleague Formula.

Mais informações assim que for possível.

Álvaro Parente na final de Silverstone

Álvaro Parente esteve em grande forma na qualificação para a primeira ronda de 2010 da Superleague Formula by Sonangol, que se disputa amanhã em Silverstone, colocando o carro do Futebol Clube do Porto num excelente segundo lugar da grelha de partida. Continuar a ler

Mais uma boa recuperação de Álvaro Parente

04AParente_Silverstone_04

Álvaro Parente protagonizou na corrida de GP2 de Silverstone desta manhã mais uma boa recuperação que o levou desde o vigésimo quarto lugar até ao décimo primeiro posto.

Após o toque de que foi alvo ontem, hoje o jovem português esperava uma prova difícil, uma vez que partia da cauda do pelotão. No entanto, o piloto da Ocean Racing Technology, como é habitual, não baixou os braços e protagonizou um arranque extraordinário que o guindou à décima quarta posição no final da primeira volta. Com uma postura aguerrida, assinou mais três ultrapassagens oportunas, subindo ao décimo primeiro lugar, logo atrás do seu carrasco de ontem – Vitaly Petrov.

Apesar do elevado ritmo que evidenciava, Álvaro Parente não foi capaz de ultrapassar o russo, concluindo a segunda corrida de Silverstone à porta do top-ten. “Estava muito rápido e isso permitiu-me ganhar muitos lugares nas primeiras voltas. Pressionei bastante o Petrov, mas não quis arriscar um novo toque com ele e os pneus acabaram por perder eficácia. No final da prova voltei a ficar em condições de o atacar com maior intensidade, mas o Safety-Car entrou em pista e não pude tentar qualquer ultrapassagem”, afirmou o piloto apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision.

Álvaro Parente abandona Silverstone sem qualquer ponto, mas mostrou novamente que, sem azares e pequenos incidentes que podem condicionar todo um fim-de-semana, poderá bater-se pelos lugares do pódio e até pelas vitórias. “Desde o início da temporada que temos vindo a mostrar andamento para lutar pelas posições pontuáveis e até pelos triunfos, mas acontece sempre qualquer coisa, por vezes um pequeno detalhe noutras ocasiões um toque de um adversário, que nos impedem transformar em resultados o andamento que evidenciamos. Vou continuar a trabalhar arduamente e, com a ajuda da Ocean Racing Technology, tenho a certeza de que vou ultrapassar esta fase e conquistar os resultados que eu sei estarem ao nosso alcance”, frisou com confiança o portuense de vinte e quatro anos.

A GP2 tem agora um interregno de três semanas, regressando entre os dias 10 e 12 de Julho em Nurburgring, Alemanha.

Prova de azar para Álvaro Parente

04AParente_Silverstone_03

Álvaro Parente não foi afortunado na corrida de GP2 disputada hoje em Silverstone, tendo abandonado devido a um toque de um adversário logo na primeira curva.

Ao arrancar do terceiro lugar da grelha de partida e com um carro bastante competitivo, o piloto português tinha armas para lutar pelo triunfo na prova desta tarde. No entanto, o arranque não lhe correu bem e ao chegar a Copse, no meio de dois carros, acabou por ser tocado por um adversário, o que ditou o seu abandono nas boxes devido a um tirante da suspensão da frente esquerda partido. “Reagi bem aos semáforos, mas aquela zona da pista não tinha muita aderência e parti muito devagar. Acabei por ficar entre o di Grassi e o Petrov na aproximação à primeira curva; eu tentei evitar qualquer incidente, dando espaço a todos, mas o russo realizou a curva como se eu não estivesse lá e bateu na roda frente direita do meu carro”, começou por dizer o piloto da Ocean Racing Technology visivelmente abatido, prosseguindo: “O carro estava muito bem equilibrado e julgo que poderíamos lutar pela vitória, o que torna tudo ainda mais frustrante”.

Apesar de ter um carro capaz de lutar pelas posições cimeiras, amanhã o jovem apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision terá que arrancar para a segunda corrida do vigésimo quarto posto, o que quase o impossibilita alcançar um resultado de relevo. No entanto, com o estoicismo que lhe é reconhecido, irá lutar com todas as suas armas de modo realizar uma boa recuperação. “Amanhã terei mais uma prova de recuperação e, uma vez mais, vou dar o meu melhor para alcançar um bom lugar. Contudo, a corrida é muito curta e todos os pilotos terão pneus novos, o que torna muito complicado ganhar lugares. As corridas são assim mesmo e amanhã tenho esquecer o que aconteceu e bater-me por um bom resultado”, sublinhou o portuense de vinte e quatro anos

A corrida de amanhã terá a sua partida às 9h30, hora de Lisboa, e será transmitida em directo pela Sport TV1.