GP2 ’09 de Álvaro Parente

Aqui vai um artigo com algumas estatísticas e dados que podem ser interessantes conhecer acerca da temporada de 2009 do “nosso” piloto, aquela que esperamos ter sido a última antes da sua ascenção à Fórmula 1.

– 8º lugar na classificação geral, com uma equipa estreante;

– Média nas qualificações (excluindo a de Portimão, em que não conseguiu participar): 9º (2008: 12º)

– Vitórias: 1, em SPA-Francorchamps (2008: 1, em Barcelona, na estreia)

– Voltas mais rápidas: 1 (SPA-Francorchamps). (2008: 1, em Barcelona, na estreia)

– Média de classificações:

  • de todas as corridas que terminou: 6º (2008: 7º)
  • das feature races que terminou: 5º (2008: 7º)
  • das sprint races que terminou: 7º (2008: 7º)
  • em que se encontrava aquando do abandono: 7º (2008: 22º)

– Abandonos na feature race: 5 (2008: 3)

– Abandonos na sprint race: 4 (2008: 5)

– Total dos pontos atribuidos às posições em que se encontrava aquando dos abandonos: 24

– Pódios: 2 (2008: 4)

– Prémio GP2 Series de “melhor primeira volta do ano (Portimão)” (2008: “personalidade do ano”)

 

Na minha opinião, há dois factos especialmente relevantes: a clara melhoria nas qualificações e também as excelentes posições perdidas aquando dos abandonos. Mais opiniões?

Advertisement

GP2 2008: O balanço de uma época

Álvaro Parente termina o campeonato como melhor rookie

Com a ultima prova da temporada a ser realizada novamente debaixo de chuva, Álvaro Parente a pouco poderia aspirar, após ontem ter sido obrigado a abandonar, devido à traseira do monolugar ter cedido na altura em que procedia à mudança de pneus, impossibilitando essa manobra e impedindo de alcançar um lugar que lhe permitisse lutar pelo pódio na corrida de hoje.

Partindo do 20 lugar, Álvaro Parente viu anulada alguma da vantagem conquistada na largada com a entrada em funcionamento do sistema “anti-stall” na travagem para a chicane, tendo de esperar para o mesmo fazer reset, acabando por cair para ultimo classificado.

Batendo-se com um carro pouco rápido, Álvaro Parente foi efectuando a corrida que nos tem habituado, tendo ainda beneficiando de algumas desistências e realizado algumas ultrapassagens corajosas com a pista muito escorregadia, conquistando diversos lugares até ao 12º no final.

Apesar de ser o melhor estreante absoluto na competição (o francês Romain Grojean já tinha realizado a GP2 Asia Series), Álvaro Parente não termina esta época satisfeito. Batendo-se sistematicamente com um carro pouco competitivo nas primeiras sessão livres e de qualificação, Álvaro Parente foi, no entanto, realizando sempre excelentes corridas conquistando pódios em todas as provas em que se classificou nos 10 primeiros nos treinos livres e qualificação, o que indica claramente que tendo um carro competitivo durante todo o campeonato, poderia facilmente ter discutido o titulo até ao final.

Álvaro Parente referiu no final que: A GP2 é extremamente competitiva, com todos os pormenores a fazerem muita diferença. Este ano, sinto que poderíamos ter feito muito melhor. Não me refiro aos erros mais evidentes que nos tiraram pódios ou a possibilidade de discutir diversos pontos no somatório das duas corridas, mas sim à falta de competitividade que evidenciamos quase sempre desde os treinos livres, tendo de arriscar sempre para a corrida.

Para o ano espero reunir todos os apoios que preciso para fazer novamente GP2 pois sinto que a F1 está já ali tão perto. A organização fala de uma prova de GP2 em Portugal já em 2009, o que será excelente para os meus sponsors e para mim, pelo o apoio que certamente terei de todos os que muito me tem apoiado ao longo da minha carreira. Tenho tido apoio de imensas pessoas e espero para o ano retribuir o carinho que têm transmitido.

1º. GIORGIO PANTANO –  RACING ENGINEERING – 76p
2º. BRUNO SENNA – ISPORT INTERNATIONAL –  64p
3º. LUCAS DI GRASSI – BARWA CAMPOS INT’L – 63p

8º. ÁLVARO PARENTE – SUPER NOVA RACING – 34p

O piloto português recebeu ainda o prémio de “best personality” na gala de encerramento do campeonato, votação efectuada pelos seus colegas, imprensa e chefes de equipas.

GP2 Monza: “Corridão” e azar

Mais uma vez, os fãs do Álvaro puderam assistir a uma fabulosa corrida do piloto

Infelizmente para o piloto português, razões alheias à sua pilotagem voltaram a tirar-lhe um possível bom resultado.

Álvaro Parente lucrou com algumas desistências e, graças à sua já habitual condução rápida em piso molhado, fez ultrapassagens que o colocaram nas objectivas das câmaras, e também na 12ª posição – tendo partido de 21º na grelha.

Chegou a ter a volta mais rápida da corrida, apesar de no final da corrida ter voltado a dizer que o carro estava muito lento – como se poderia ter comprovado se a pista secasse – e, à entrada nas boxes, o azar voltou a bater à porta.

Desta vez, o suporte do macaco traseiro partiu e a roda de trás não pôde ser colocada. Entretanto, o motor do SuperNova “morreu”, e a belíssima corrida do “nosso” piloto acabou ali.

Quanto ao resto da corrida, Pantano cometeu um erro ao pisar a linha à saída das boxes quando ia em 1º lugar, sendo penalizado com um “drive-through” que o fez cair para o 9º lugar. Assim, a liderança ficou à merçê de Lucas di Grassi que teve uma corrida bastante disputada com Pastor Maldonado que ficou em 2º lugar, sendo o último lugar do pódio para Buémi. Mesmo com a 10ª posiçao, Pantano sagrou-se campeão pois Bruno Senna não foi além do 5º lugar, insuficiente para se manter na corrida pelo título.

Da parte da equipa do blog, os sinceros parabéns ao Álvaro por mais uma boa corrida, e o apoio necessário em alturas menos boas.

GP2 Itália: Pouca Sorte

Álvaro Parente parte da 11ª linha da grelha, para a 1ª corrida em Monza

Numa sessão de treinos livres com a presença de muita chuva, Álvaro Parente foi regularmente um dos pilotos mais rápidos. No entanto, perto do final e já com a pista seca, Álvaro Parente não teve tempo para proceder às alterações para seco, caindo para a 12ª posição.

Os treinos de qualificação começaram já sobre um verdadeiro dia de verão com o piloto português sempre bastante longe dos pilotos da frente, terminando num modesto 21 lugar a mais de 1 segundo do homem da pole, Giorgio Pantanto.

Não consegui ser mais rápido. O carro estava muito difícil de guiar e vamos ter de rever tudo para a corrida. Estou muito desanimado pois esta posição na grelha é muito frustrante. Para chuva tínhamos um carro muito competitivo, agora em seco, sinto que estamos ainda muito longe dos outros”.

Vários pilotos sentiram dificuldades para se impor, como é o caso do candidato ao título Bruno Senna e do francês Romain Grojean. A qualificação ficou assim ordenada:

Posição Piloto Equipa Tempo
1 G. Pantano Racing Eng. 01’31″220
2 L. Di Grassi Campos 01’31″239
3 S. Buemi Arden 01’31″330
4 L. Filippi Arden 01’31″440
5 V. Petrov Campos 01’31″527
6 P. Maldonado Piquet Sports 01’31″546
7 A. Zuber Piquet Sports 01’31″663
8 R. Rodriguez FMS 01’31″708
9 J. Villa Racing Eng. 01’31″797
10 K. Chandhok iSport 01’31″810
11 R. Gorsjean ART 01’31″949
12 B. Senna iSport 01’31″964
13 D. Valsecchi Durango 01’32″090
14 S. Yamamoto ART 01’31″881
15 A. Soucek Super Nova 01’32″165
16 M. Conway Trident 01’32″229
17 D. Nunes DPR 01’32″236
18 K. Kobayashi DAMS 01’32″361
19 J. D’Ambrosio DAMS 01’32″503
20 A. Valerio Durango 01’32″550
21 A. Parente Super Nova 01’32″604
22 M. Asmer FMS 01’32″808
23 H. Tung Trident 01’32″817
24 M. Herck DPR 01’33″021
25 C. Iaconelli BCN Comp. 01’33″264

A corrida será transmitida na SporTV, segundo o horário presente no artigo anterior.
Há previsões de chuva para Monza… oxalá se concretizem.

GP2 BÉLGICA: Parente desiste na 2ª corrida

Álvaro Parente terminou nas barreiras de pneus a segunda corrida do fim-de-semana Belga, após uma forte performance interrompida por uma falha de travões.

O piloto português começou a corrida com um forte arranque, largando de 7º mas passando por Eau Rouge em 5º. Com a pista a secar muito rapidamente, não conseguiu conter o ataque de carros mais rápidos, voltando a descer para a sétima posição. Contudo, à medida que os pneus e a pista aqueciam, o Álvaro conseguiu ultrapassar Sebastien Buemi, recuperando assim a 6ª posição.

É precisamente nesta fase da corrida que o Safety Car entra em cena, devido ao acidente de Valerio. Álvaro Parente sentiu graves problemas nos travões traseiros, chegando a avisar a equipa do problema, durante o período com SC. Na travagem para a Chicane Bus Stop, o SuperNova seguiu sempre em frente e o embateu com alguma violência na barreira de pneus.

Álvaro Parente passou já pelo hospital do circuito de SPA-Francorchamps, sendo ainda difícil precisar se terá uma costela partida ou apenas dores, derivadas do impacto. Seja como fôr, o piloto encontra-se bem fisicamente. Já a motivação pode ter saído um pouco abalada, mas por aqui vamos continuar a animar e apoiar o nosso piloto, incondicionalmente.

Resultados

Posição Piloto Equipa Diferença Nº Voltas Melhor Tempo
1 P. Maldonado Piquet Sports 18 01’58″859
2 J. D’Ambrosio DAMS 18
3 V. Petrov Campos 00’05″439 18 02’00″217
4 S. Buemi Arden 00’06″390 18 02’01″098
5 L. Di Grassi Campos 00’07″222 18 01’59″389
6 K. Kobayashi DAMS 00’07″890 18 02’00″089
7 D. Valsecchi Durango 00’08″213 18 01’59″831
8 K. Chandhok iSport 00’08″767 18 01’59″574
9 J. Villa Racing Eng. 00’12″199 18 01’59″912
10 R. Grosjean ART 00’16″317 18 01’59″195
11 H. Tung Trident 00’17″065 18 02’00″918
12 M. Herck DPR 00’18″351 18 02’01″291
13 C. Iaconelli BCN Comp. 00’20″023 18 02’01″720
14 A. Valles BCN Comp. 00’20″350 18 02’01″143
15 A. Soucek Super Nova 15 01’59″802
16 L. Filippi Arden 12 02’00″432
17 M. Asmer FMS 10 02’00″586
18 B. Senna iSport 9 01’59″448
19 D. Nunes DPR 7 02’00″432
20 A. Parente Super Nova 5 02’00″178
21 A. Valerio Durango 5 02’01″346
22 M. Conway Trident 4 02’00″686
23 R. Rodriguez FMS 4 02’06″334
24 S. Yamamoto ART 2 02’21″255
25 A. Zuber Piquet Sports 1 02’03″983

GP2 BÉLGICA: Parente 2º na Corrida 1

Álvaro Parente conseguiu o 4º pódio da temporada hoje, após uma corrida emocionante com vários incidentes.

Devido às condições atmosféricas, a prova começou com Safety Car, e a partida foi lançada, depois de 3 voltas atrás do Mercedes cinzento. O Álvaro começou por se defender de Romain Grosjean, mas com o piso molhado, acabou por ganhar um ritmo forte e, após poucas voltas, estava já nos retrovisores de Senna, sendo que ameaçou a ultrapassagem por várias vezes.

Porém, as paragens nas boxes não favoreceram o piloto português, que acabou por sair na terceira posição. Mas com a penalização a Senna, que quase atropelou uma equipa de mecânicos no pit lane, e com problemas no carro de Giorgio Pantano, Álvaro Parente voltou à posição a que está já habituado a ter no circuito belga.

Infelizmente para o nosso piloto, com a pista a secar, as diferenças entre os carros sobressaíram e Grosjean voltou a aproximar-se. Com um monolugar bastante mais desenvolvido que o SuperNova, Romain pressionou o Álvaro até que este cometeu um pequeno erro na Bus Stop, que o francês aproveitou para garantir a sua vitória.

Com este pódio, Álvaro Parente tem já uma das estreias mais auspiciosas da história da GP2, com uma vitória e quatro pódios, ultrapassando assim, por exemplo, o ano de estreia de Bruno Senna, sendo que a temporada ainda não terminou.

Por aqui, continuamos a apoiar e a vibrar com o nosso piloto; esperemos que o Domingo nos traga chuva.

Classificação da 1ª Corrida

Posição Piloto Equipa Diferença Nº Voltas Melhor Tempo
1 R. Grosjean ART 26 01’59″529
2 A. Parente Super Nova 00’04″139 26 02’00″621
3 A. Zuber Piquet Sports 00’05″744 26 02’00″828
4 P. Maldonado Piquet Sports 00’06″308 26 02’00″211
5 V. Petrov Campos 00’06″783 26 02’00″908
6 S. Buemi Arden 00’08″711 26 02’01″781
7 A. Soucek Super Nova 00’08″939 26 02’01″804
8 M. Conway Trident 00’09″549 26 02’01″365
9 J. D’Ambrosio DAMS 00’10″846 26 02’01″961
10 K. Kobayashi DAMS 00’12″790 26 02’02″090
11 K. Chandhok iSport 00’13″048 26 02’02″149
12 B. Senna iSport 00’13″383 26 02’01″967
13 D. Nunes DPR 00’14″176 26 02’02″522
14 A. Valles BCN Comp. 00’14″903 26 02’02″582
15 M. Herck DPR 00’16″537 26 02’02″726
16 H. Tung Trident 00’17″315 26 02’02″635
17 M. Asmer FMS 00’17″935 26 02’03″254
18 J. Villa Racing Eng. 00’18″204 26 02’01″786
19 S. Yamamoto ART 00’19″705 26 02’02″062
20 L. Filippi Arden 00’43″184 26 02’02″462
21 G. Pantano Racing Eng. 01’16″651 26 02’01″394
22 L. Di Grassi Campos 25 02’01″346
23 R. Rodriguez FMS 25 02’00″732
24 A. Valerio Durango 21 02’02″660
25 D. Valsecchi Durango 9 02’04″769
26 C. Iaconelli BCN Comp. 3 02’27″700

GP2 BÉLGICA: QUALIFICAÇÃO

Numa sessão de qulificação extremamente animada disputada sobre chuva e com o piso bastante molhado, Álvaro Parente conseguiu hoje o 3º melhor tempo, depois de ter liderado a tabela por 2 vezes, e ter estado sempre na luta pela Pole-Position, que perdeu apenas nos instantes finais da sessão.

Com 6 minutos para o fim da sessão, com a pista a começar a secar em alguns pontos do circuito belga de SPA-Francorchamps, Álvaro Parente destrona Giorgio Pantano da pole provisória mas Bruno Senna, praticamente no mesmo minuto, acabaria por ser meio segundo mais rápido que o português, relegando este para a 2ª posição, mas, com a pista a ficar cada vez mais rápida, uma volta de grande nível do indiano Karun Chandhok, acabaria por atirara Senna para segundo e Parente para terceiro.

No entanto, Karun Chandhok havia sido penalizado para a primeira corrida de SPA devido a um incidente com Vitaly Petrov na 2ª corrida do GP da Euro em Valencia, que implica a sua em descida de 10 lugares na grelha de partida para amanhã.

A sessão ficou marcada por inumeras saidas de pista que tiveram como protagonostas Di Grassi, Grosjean, Maldonado (cuja saida obrigou à interrupção da sessão de qulificação por alguns minutos), Kobayashi, Fillipi, Valério e Rodriguez.

Relembramos que primeira corrida terá lugar amanha pelas 15h (SportTV 2) e a segunda no domingo pelas 9.30h (SportTV 3)

Qualificação

Posição Piloto Equipa Diferença Nº Voltas Tempo
1 K. Chandhok iSport 11 02’15″489
2 B. Senna iSport 00’00″061 11 02’15″550
3 A. Parente Super Nova 00’00″611 11 02’16″100
4 R. Grosjean ART 00’00″791 12 02’16″280
5 G. Pantano Racing Eng. 00’00″802 9 02’16″291
6 A. Zuber Piquet Sports 00’00″881 9 02’16″370
7 S. Buemi Arden 00’01″297 11 02’16″786
8 M. Conway Trident 00’01″364 12 02’16″853
9 A. Soucek Super Nova 00’01″469 11 02’16″958
10 P. Maldonado Piquet Sports 00’01″821 4 02’17″310
11 V. Petrov Campos 00’01″885 7 02’17″374
12 A. Valerio Durango 00’02″098 13 02’17″587
13 D. Valsecchi Durango 00’02″268 13 02’17″757
14 D. Nunes DPR 00’02″368 13 02’17″857
15 M. Asmer FMS 00’02″480 13 02’17″969
16 A. Valles BCN Comp. 00’02″608 11 02’18″097
17 R. Rodriguez FMS 00’02″681 11 02’18″170
18 M. Herck DPR 00’02″717 12 02’18″206
19 H. Tung Trident 00’03″347 12 02’18″836
20 L. Filippi Arden 00’03″685 6 02’19″174
21 J. D’Ambrosio DAMS 0
22 J. Villa Racing Eng. 00’05″993 12 02’21″482
23 C. Iaconelli BCN Comp. 00’06″600 12 02’22″089
24 S. Yamamoto ART 00’07″275 5 02’22″764
25 K. Kobayashi DAMS 00’08″531 3 02’24″020
26 L. Di Grassi Campos 00’14″970 2 02’30″459

Álvaro Parente: “Vou dar o meu melhor”

Antes de partir para a jornada Belga do calendário da GP2, Álvaro Parente demonstra que continua a estar tão atento quanto pode à sua “torcida” e garante que, como faz sempre, dará “tudo por tudo” em SPA.

A qualificação em SPA-Francorchamps será no dia 5 de Setembro, sexta-feira, e a Feature e a Sprint, no Sábado e Domingo, respectivamente.

Olá a todos,

Desde já os meus mais sinceros agradecimentos a todos, quantos, com o seu esforço, conseguiram e conseguem, de uma maneira absolutamente desinteressada, arrancar e manter o nosso blog. Igualmente a todos os que o visitam, meus admiradores e fãs, o meu muito obrigado.

Envio-vos esta mensagem quando estou de partida para Bruxelas, para a penúltima jornada dupla do campeonato GP2, a realizar em SPA – Francorchamps, que é uma pista com características das quais eu gosto muito e da qual tenho muito boas recordações, já que nas WSR fiz uma pole e ganhei.

Como sabem, nesta altura, com o atraso pontual acumulado, o campeonato não é para mim um objectivo, pelo que vou chegar a SPA sem qualquer tipo de pressão e com o objectivo de conseguir o melhor resultado possível. Assim, vou dar tudo o que tenho, aliás, como faço sempre, e tentar obter o máximo de pontos possível.

O circuito de SPA é dos circuitos no mundo que tem mais pontos de ultrapassagem. Se a estas características, lhe juntarmos a grande instabilidade do clima, onde por vezes acontece, que chove intensamente em partes do circuito e noutras a pista encontra-se completamente seca…  por aqui se pode avaliar que nada é garantido e tudo pode acontecer, quer para o bom, quer para o menos bom!

Vamos tentar encontrar o melhor set-up, por forma a dispor de um carro competitivo e que permita lutar pelo pódio.

Um grande abraço,
Álvaro Parente

Mensagem exclusiva para o Blog Oficial A.P.

Álvaro Parente esperançado para SPA-Francorchamps

Lisboa, 3 de Setembro de 2008

A penúltima prova de GP2 começa já na próxima sexta-feira no mítico circuito da Bélgica com Álvaro Parente esperançado em obter mais um bom resultado e assim terminar a época como um dos melhores rookies de sempre.

Já esquecidos os erros da equipa que custaram preciosos pontos na corrida de valência, Álvaro Parente parte para o mítico circuito da Bélgica confiante que poderá realizar uma excelente corrida, dado este ser um dos seus circuitos predilectos.

As melhorias sentidas no carro em Valência deram um ânimo diferente ao jovem piloto nacional que quer acabar a época como um dos melhores rookies de sempre, neste que é considerado por todos como o ano mais competitivo da GP2.

O piloto da Renault, Romain Grojean é ainda o melhor rookie com mais 16 pontos que o Português, tendo no entanto efectuado o campeonato GP2 Asia que lhe dá obviamente alguma vantagem, nomeadamente na ligação à sua equipa. Esta primeira época de Álvaro Parente permitiu-lhe igualar desde já o ano de estreia do Bruno Senna, com 1 vitória e 3 pódios, tendo nestas ultimas 4 corridas hipótese para melhorar essa marca.

Para Álvaro Parente: “o circuito de SPA é sempre muito especial pois costuma sempre chover, o que pode diminuir alguma da diferença que existe entre as equipas. Espero fazer um bom resultado pois, já em valência, se não fosse os erros da equipa, senti que poderia lutar pelos lugares do pódio.”

A Sport Tv preparou o seguinte acompanhamento:

6ª feira:
15H00: Treinos qualificação – Sport Tv 1

Sábado:
15H00: 1ª corrida – Sport Tv 2

Domingo:
09H30: 2ª corrida – Sport Tv 3

Álvaro no “Pitlane” de Valencia

Dois vídeos do Pedro Santos, Manager do Álvaro Parente, realizados durante o GP da Europa no Circuito Citadino de Valencia

… sinta a atmosfera!!!!

GP2 Europa: 2ª Corrida

Um fim-de-semana para esquecer. Depois de ontem ter visto o azar a bater-lhe à porta, hoje as coisas correram ainda pior: Uma má largada e uma pião na 1ª volta foi o saldo de Parente na 2ª corrida no circuito citadino de valência.

Tal como ontem, quem ocupa o 1º lugar da grelha têm meia vitória nas mão, e Luca Fillipi, saindo hoje da pole-position, depressa fez valer essa condição colocando-se desde o inicio à cabeça da corrida, no entanto, Grosjean conseguiu alcançar e pressionar o piloto italiano à 6ª volta. Uma volta depois, Senna cumpriu o que ontem ameaçou diversas vezes – ir contra o muro!

Na 11ª volta, Grosjean, completamente em cima de Fillipi, tenta a ultrapassagem mas na resposta Fillipi toca em Grosjean e este fica no muro. No meio desta confusão surge Di Grassi que aproveita a situação para assumir o comando da corrida, tendo Fillipi conseguido manter-se em pista em  2º lugar, mas mesmo com a entrada em pista do safety-car entre a 12ª e 15ª volta, o comando da prova não voltou a mudar de mão e Di Grassi arrecadou assim a sua 2ª vitória este ano, e o pleno para a equipa Campos Grand Prix em valência.

Resultado da 2ª Corrida

Posição Piloto Equipa Diferença Voltas
1 L. Di Grassi Campos 23
2 L. Filippi Arden 00’04″213 23
3 J. D’Ambrosio DAMS 23
4 G. Pantano Racing Eng. 00’07″545 23
5 D. Nunes DPR 00’12″039 23
6 J. Villa Racing Eng. 00’12″674 23
7 K. Kobayashi DAMS 00’13″201 23
8 D. Valsecchi Durango 00’15″394 23
9 M. Conway Trident 00’17″496 23
10 H. Tung Trident 00’20″072 23
11 R. Rodriguez FMS 00’22″960 23
12 C. Iaconelli BCN Comp. 00’24″716 23
13 A. Valerio Durango 00’25″933 23
Não Qualificados
14 M. Herck DPR 22
15 V. Petrov Campos 20
16 K. Chandhok iSport 18
17 M. Asmer FMS 12
18 R. Grosjean ART 11
19 A. Soucek Super Nova 7
20 B. Senna iSport 7
21 S. Yamamoto ART 4
22 A. Valles FMS 3
23 S. Buemi Arden 3
24 P. Maldonado Piquet Sports 2
25 A. Parente Super Nova 0
26 A. Zuber Piquet Sports 0
Volta mais rápida :Di Grassi – Campos – 01:47.712

GP2 Europa: 1ª Corrida

Inglório… com o 6º lugar praticamente garantido, e com a corrida controlada, o Álvaro Parente viu-se privado de um lugar pontuável após o monolugar ceder a duas voltas do fim.

O inicio da Corrida foi bastante morno, com Parente a manter o 13º lugar que havia conquistado na qualificação, mantendo-se atrás de Soucek, seu companheiro de equipa, que havia conquistado três lugares na largada.

À 7ª volta, e com dificuldades em ultrapassar Soucek, visivelmente mais lento que o Português, Álvaro opta por entrar na box e realizar a paragem obrigatória para troca de pneus. Sendo dos primeiros a parar, a estratégia acabou por se revelar frutuosa pois à medida que os pilotos da frente foram também eles parando na box, o Álvaro foi ganhando lugar após lugar na tabela até ao 9º lugar, atrás de Buemi e d’Ambrosio.

Calmamente, acabou por ultrapassar um e outro, subindo até ao 7º lugar, e por fim até ao 6º beneficiando da saída de pista de Zuber que seguia distante à sua frente, no entanto, ao aproximar-se o fim da corrida e perto de completar a penúltima volta, o monolugar de Parente fica sem gasolina provocando o abandono inglório do Português, após a excelente corrida que estava a realizar, sendo dos pilotos em destaque ao ter ganho 7 lugares em relação à posição de largada.

A corrida em si estava a ser totalmente dominada por Pantano que beneficiando da pole conquistada ontem, rapidamente se colocou a uma distância segura dos mais directos perseguidores e com a corrida totalmente sob controle, mas, assim como Parente, e quando faltava menos de meio circuito para ver a bandeira de xadrez, também ele fica sem gasolina perdendo uma vitória que parecia incontestável terminando em 14º, 2 lugares à frente de Parente .

Senna, que seguia em 5º viu-se afectado também com o mesmo problema tendo no entanto ainda cruzado a linha de chegada, muito lentamente, em 9º lugar.

Beneficiado com este golpe de teatro, ficou Petrov que viu-lhe cair do céu a sua primeira vitória da temporada 2008 de GP2.

Resultado da 1ª Corrida

Posição Piloto Equipa Diferença Voltas
1 V. Petrov Campos 34
2 P. Maldonado Piquet Sports 00’00″868 34
3 R. Grosjean ART 00’04″447 34
4 L. Di Grassi Campos 00’28″038 34
5 J. D’Ambrosio DAMS 00’28″736 34
6 S. Buemi Arden 00’28″855 34
7 A. Soucek Super Nova 00’36″960 34
8 L. Filippi Arden 00’45″390 34
9 B. Senna iSport 00’48″177 34
10 D. Nunes DPR 00’56″935 34
11 A. Valles FMS 00’59″149 34
12 M. Herck DPR 01’03″604 34
13 C. Iaconelli BCN Comp. 01’12″716 34
Não Qualificados
14 G. Pantano Racing Eng. 33
15 K. Chandhok iSport 33
16 A. Parente Super Nova 32
17 D. Valsecchi Durango 29
18 A. Zuber Piquet Sports 24
19 S. Yamamoto ART 9
20 M. Conway Trident 1
21 J. Villa Racing Eng. 0
22 R. Rodriguez FMS 0
23 H. Tung Trident 0
24 A. Valerio Durango 0
25 K. Kobayashi DAMS 0
26 M. Asmer FMS 0
Volta mais rápida: Giorgio Pantano – Racing Eng. – 1:46.791

(actualização)
Pedro Santos, Manager do Álvaro Parente:

“O engenheiro do Álvaro encheu o deposito assim como o do Soucek mas este achou melhor voltar a atestar o deposito após as voltas de aquecimento onde passam pelo pit lane… fez toda a diferença.

É mais um erro, após o da qualificação que também enviaram o Álvaro e Soucek muito cedo com o segundo set de pneus e carregados de gasolina para efectuarem muitas voltas. Eles estiveram em pista quase mais 3 voltas que todos os pilotos que melhoraram os tempos nos minutos finais.”

GP2 Europa: Qualificação

Iniciou hoje a 8ª jornada dupla da GP2, no Circuito citadino de Valência (Espanha) com a realização dos treinos livres matinais, e com a qualificação na parte da Tarde

A prestação do Álvaro Parente teve dois momentos distintos: De manhã, durante os treinos livres, o Álvaro teve sempre entre os melhores, realizando o seguindo melhor tempo da sessão, e sucessivamente dentro do segundo 47 onde se encontravam os 8 mais rápidos, mas já na parte da tarde, durante a qualificação, as coisas já não correram de feição.

Com um inicio auspicioso, logo com a segunda melhor marca, de novo, à medida que a sessão foi caminhando para o seu fim, e a pista ia ficando mais rápida, o Álvaro foi sendo ultrapassado na tabela. Com sucessivas voltas falhadas, prejudicado por um pião e uma saída de pista, o piloto Português viu-se incapaz de conseguir um tempo dentro das excelentes indicações que tinha dado durante a sessão de treinos, acabando num inglório 13º lugar.

Qualificação

Posição Piloto Equipa Tempo
1 G. Pantano Racing Eng. 01’45″640
2 P. Maldonado Piquet Sports 01’45″711
3 V. Petrov Campos 01’45″802
4 R. Grosjean ART 01’46″010
5 A. Zuber Piquet Sports 01’46″090
6 J. D’Ambrosio DAMS 01’46″254
7 S. Buemi Arden 01’46″372
8 B. Senna iSport 01’46″529
9 M. Conway Trident 01’46″592
10 L. Filippi Arden 01’46″603
11 L. Di Grassi Campos 01’46″607
12 K. Chandhok iSport 01’46″657
13 A. Parente Super Nova 01’46″763
14 J. Villa Racing Eng. 01’46″813
15 A. Soucek Super Nova 01’46″949
16 A. Valles BCN Comp. 01’47″102
17 R. Rodriguez FMS 01’47″269
18 S. Yamamoto ART 01’47″270
19 D. Valsecchi Durango 01’47″374
20 D. Nunes DPR 01’47″756
21 M. Asmer FMS 01’47″854
22 H. Tung Trident 01’48″030
23 A. Valerio Durango 01’48″179
24 C. Iaconelli BCN Comp. 01’48″249
25 K. Kobayashi DAMS 01’48″469
26 M. Herck DPR 01’48″620