Afinação trama Álvaro Parente

Álvaro Parente teve uma qualificação difícil para a primeira corrida da Superleague Formula prevista para o Autódromo Internacional do Algarve, conseguindo, ainda assim, um meritório oitavo lugar na grelha de partida. Continuar a ler

Advertisement

Álvaro Parente prossegue veia competitiva

Álvaro Parente continuou a ser um dos homens mais rápidos do pelotão da GP2 Series e alcançou um bom quinto lugar para a grelha de partida da primeira corrida do programa do Grande Prémio de Fórmula 1 de Itália. Continuar a ler

Parente 5º na qualificação

Terminou há momentos a sessão de qualificação da etapa transalpina da Gp2 Series e Álvaro Parente aos comandos do carro da Scuderia Coloni conseguiu qualificar-se no 5º posto para a Feature Race de amanhã o que lhe deixa boas possibilidades para um bom resultado na corrida de amanhã.

A pole foi para Jules Bianchi aos comandos de um ART, o segundo foi Sam Bird, no que foi um 1-2 para a ART na qualificação.

Mais informações logo que possível.

Álvaro Parente parte da 3ª posição em Adria

Álvaro Parente continua a demonstrar a sua boa forma ao qualificar-se no 3º posto em Adria, em mais uma ronda da Superleague Formula.

A primeira corrida irá começar amanhã às 10h, a segunda corrida ás 13h e a Super Final às 14h e todas elas serão transmitidas em directo na Sport tv 3.

Mais informações logo que possível.

Condicionantes impedem Álvaro Parente de brilhar

Depois de ter mostrado um ritmo impressionante na sessão de treinos-livres, que marcou o seu regresso à GP2, Álvaro Parente viu a sua prestação condicionada na qualificação para a primeira corrida de Spa-Francorchamps por problemas mecânicos e pelas muitas bandeiras vermelhas mostradas. Continuar a ler

Alvaro Parente apenas 16º em Spa

Após uma boa sessão de treinos pela manhã em que realizou o 3º melhor tempo, na qualificação, não foi além do 16º posto. As condições meteorológicas não ajudaram,  tendo a sessão de qualificação sido interrompida bastantes vezes com bandeiras vermelhas, devido a alguns despistes e ao mau tempo. De consolo fica ainda o facto de o jovem piloto Português ter conseguido realizar o melhor parcial da sessão no 3º sector, pelo que fica a ideia que caso as condições tivessem sido outras teria sido possível ter alcançado um melhor lugar na grelha de partida.

Mais informações assim que saia o press-release.

Álvaro Parente estreia-se com pole-position

Álvaro Parente provou esta manhã, uma vez mais, o seu inegável talento e garantiu a pole-position da classe GT2 para os 1000Km de Hungaroring.

A AF Corse, depois de o ter convidado para partilhar com Álvaro Barba os comandos de um dos seus Ferrari F430 GT, reforçou a sua confiança no jovem português ao dar-lhe a responsabilidade de qualificar o carro 96 na qualificação desta manhã.

A resposta de Álvaro Parente dificilmente poderia ter sido melhor, dado que alcançou a pole-position da classe GT2 na sua estreia no Le Mans Series, superiorizando-se aos especialistas da categoria.

Os 1000Km de Hungaroring terão o seu início às 15 horas, contando com transmissão em directo da ponta final no Eurosport a partir das 20h30, esperando-se que o talentoso piloto oriundo do Porto possa frisar novamente o seu potencial.

Le Mans Series – Qualificação –GT2

1 AF Corse Ferrari F430 GT PARENTE Alvaro 1min 46.535 s
2 AF Corse Ferrari F430 GT FISICHELLA Giancarlo 1min 46.684 s
3 CRS Racing Ferrari F430 GT KIRKALDY Andrew 1min 46.950 s
5 AF Corse Ferrari F430 GT RUSSO Matias 1min 47.157 s
6 JMW Motorsport Aston Martin V8 Vantage TURNER Darren 1min 47.226 s
7 Hankook Team F. Ferrari F430 GT FARNBACHER Dominik 1min 47.369 s
8 Prospeed Competition Porsche 997 GT3 RSR WESTBROOK Richard 1min 47.518 s
9 Team Felbermayr P. Porsche 997 GT3 RSR LIETZ Richard 1min 47.526 s
10 IMSA Performance M. Porsche 997 GT3 RSR PILET Patrick 1min 47.551 s
11 Team Felbermayr P. Porsche 997 GT3 RSR DUMAS Romain 1min 47.705 s
12 Spyker Squadron Spyker C8 Laviolette GT2 – R CORONEL Tom 1min 47.800 s
13 CRS Racing Ferrari F430 GT QUAIFE Phil 1min 48.039 s
14 Team Felbermayr P. Porsche 997 GT3 RSR SEEFRIED Marco 1min 49.977

Carro equilibrado mas lento

Álvaro Parente teve mais uma qualificação complicada e irá arrancar para a primeira corrida da etapa de Brands Hatch da Superleague Formula by Sonangol da sétima linha da grelha de partida. Continuar a ler

Zolder oferece início difícil a Álvaro Parente

O início do fim-de-semana de Zolder da Superleague Formula by Sonangol não correu da melhor forma para Álvaro Parente e, apenas com uma volta efectuada nos treinos-livres, não conseguiu melhor que o décimo sexto lugar da grelha de partida. Continuar a ler

Problemas continuam a afectar Álvaro Parente

Álvaro Parente continua a sentir problemas no seu carro e hoje não foi além do décimo quarto lugar na qualificação, apesar de ter dado o seu melhor para oferecer um bom resultado ao Futebol Clube do Porto. Continuar a ler

Travões tramam Álvaro Parente

Álvaro Parente não teve, uma vez mais, a sorte do seu lado e irá arrancar do oitavo lugar para a primeira corrida de amanhã da ronda de Magny-Cours da Superleague Formula by Sonangol, depois de ter sentido problemas de travões. Continuar a ler

Álvaro Parente na final de Silverstone

Álvaro Parente esteve em grande forma na qualificação para a primeira ronda de 2010 da Superleague Formula by Sonangol, que se disputa amanhã em Silverstone, colocando o carro do Futebol Clube do Porto num excelente segundo lugar da grelha de partida. Continuar a ler

Álvaro Parente protagoniza mais uma boa performance


Álvaro Parente voltou a demonstrar a sua qualidade na qualificação de hoje da GP2 Asia, garantindo o quinto lugar na grelha de partida para a primeira corrida do último fim-de-semana do campeonato deste ano, a disputar amanhã em Sakhir. Continuar a ler

Álvaro Parente regressa em grande

Álvaro Parente mostrou hoje em Sakhir a razão de ser um dos maiores talentos do automobilismo mundial, ao qualificar-se no quinto lugar para a primeira corrida da ronda de GP2 Asia do Bahrein. Continuar a ler

Início difícil para Álvaro Parente

08AParente_Monza_02
Álvaro Parente teve hoje um dia complicado, assegurando o décimo oitavo crono da qualificação para a primeira corrida de GP2 do programa do Grande Prémio de Fórmula 1 de Itália, apesar dos problemas com o seu carro. Continuar a ler

Álvaro Parente coloca o FC Porto no 8º posto

Superleague Formula

Álvaro Parente foi o piloto mais rápido na qualificação para a primeira corrida de Superleague Formula da ronda do Estoril mas, devido ao formato desta competição, irá arrancar do oitavo lugar.

Sem nunca ter rodado no carro que dá corpo a este campeonato, o guardião das cores do Futebol Clube de Porto cedo mostrou o seu valor, rodando ao nível dos melhores, apesar de não ter realizado qualquer volta na primeira sessão de treinos-livres, dado uma peça de lastro se ter soltado dentro do habitáculo do carro azul e branco, provocando o seu despiste.

Na qualificação, Álvaro Parente impôs o seu talento, realizando a melhor marca da sua série – e a melhor de toda a qualificação – passando aos oitavos-de-final. No entanto, o carro do Futebol Clube do Porto não conseguiria subir às meias-finais, ao ser eliminado pelo F.C. Basileia, muito embora o jovem de vinte e quatro anos tenha feito o quarto registo dos quartos-de-final. “É um pouco frustrante ser eliminado, apesar de ter sido o mais rápido da sessão, mas as regras do campeonato são estas! A minha volta dos quartos-de-final foi boa, mas o carro está um pouco instável, vamos ver se o conseguimos melhorar para a corrida de amanhã”, afirmou o piloto apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision.

Para primeira corrida de amanhã, Álvaro Parente irá arrancar do oitavo lugar, o que ainda assim lhe permite aspirar a um bom resultado, muito embora o desconhecimento que tem deste campeonato o obrigue a ter uma abordagem conservadora. “Partir de oitavo não é muito mau, mas este é um campeonato que não conheço e, portanto, é muito complicado apontar resultados. Vou dar o meu melhor e lutar para poder oferecer ao Futebol Clube do Porto um bom resultado. Vamos ver como corre”, sublinhou o jovem piloto de vinte e quatro anos que, há uma semana atrás, venceu a corrida principal de GP2 do programa do Grande Prémio de Fórmula 1 da Bélgica.

A primeira prova de amanhã terá o seu início às onze horas, seguindo-se a segunda às catorze, com transmissão directa na TVi, e Super Final às quinze.

Álvaro Parente reina até à pole-position

Sem título

Álvaro Parente mostrou, uma vez mais, a razão de ser considerado um dos mais prometedores pilotos do actual plantel de GP2 e alcançou hoje a pole-position para a corrida de amanhã, integrada no programa do Grande Prémio de Fórmula 1 da Bélgica.

Logo na sessão de treinos-livres ficou claro que o jovem piloto português seria um contendor no majestoso circuito de Spa-Francorchamps, dado que, num traçado que evoluiu desde o molhado até ao seco, esteve sempre entre os mais rápidos, terminando num prometedor segundo lugar.

A sua velocidade voltou a revelar-se numa qualificação extremamente competitiva e, com uma volta notável num dos circuitos mais exigentes do mundo, garantiu a sua primeira pole-position na GP2, impondo o seu enorme talento aos seus opositores. “Este é um resultado muito importante para mim e para a equipa! Desde os treinos-livres que estávamos muito competitivos e mantivemos um bom ritmo na qualificação. Consegui efectuar uma volta muito boa no final na sessão, o que acabou por me permitir garantir a pole-position”, começou por dizer o piloto apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision.

Ao longo da sua carreira, as suas qualidades inatas têm sido evidenciadas no dantesco traçado desenhado na floresta das Ardennes, o cenário perfeito para que o piloto da Ocean Racing Technology alcançasse o seu melhor resultado em qualificação na categoria que mais se aproxima da Fórmula 1: “Eu gosto muito de Spa-Francorchamps, é um circuito onde o piloto ainda pode fazer a diferença e obter aqui a minha primeira pole-position na GP2 é muito especial para mim”.

Apesar do excelente resultado de hoje, Álvaro Parente está já focado na prova de amanhã. Muito embora arranque da pole-position, o portuense não espera facilidades e sabe que só dando o seu melhor ao longo das vinte e seis voltas da prova poderá alcançar o seus objectivos – a vitória. “Estamos na posição que ambicionávamos, mas a corrida de amanhã será muito difícil. O arranque será importante, assim como as paragens nas boxes mas, penso que, se mostrarmos um bom ritmo desde o início, poderemos vencer”, apontou o piloto de vinte e quatro anos.

A corrida de amanhã terá o seu início às 15 horas – hora de Lisboa – transmitindo a Sport TV2 em directo prova em que Álvaro Parente será, uma vez mais, um dos grandes protagonistas.

Álvaro Parente em 6º apesar das adversidades

_O9T4414

Álvaro Parente teve hoje em Valência uma boa prestação na qualificação para a primeira corrida de GP2 integrada no programa do Grande Prémio de Fórmula 1 da Europa, assegurando a sexta posição da grelha de partida, apesar de alguns problemas físicos.

O jovem piloto português abordou o fim-de-semana valenciano com o intuito de alcançar um bom resultado e logo nos treinos-livres demonstrou que tinha argumentos para se bater pelas posições cimeiras, ao registar o sétimo tempo.

A qualificação foi disputada sob intenso calor, tendo Álvaro Parente demonstrado, uma vez mais, andamento para se imiscuir na luta pelos primeiros lugares. O piloto da Ocean Racing Technology sofreu uma lesão no pescoço durante os treinos-livres matinais. No entanto, com a tenacidade que lhe é característica, bateu-se estoicamente durante a sessão que definiu a grelha de partida e chegou a figurar na quarta posição da tabela de tempos, mas acabou por descer para o sexto posto final. “Penso que era difícil fazer melhor! O carro está equilibrado e estamos competitivos, o que me deixa confiante. Esta qualificação não foi fácil, dado que estava muito calor e a lesão que sofri de manhã doeu-me bastante durante a tarde”, admitiu o piloto apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision.

A prova de amanhã, que será composta por trinta e quatro voltas, promete ser bastante dura para o piloto de vinte e quatro anos, devido ao muito calor que se espera e aos problemas físicos que sentiu hoje. Porém, o Álvaro Parente garante que dará o seu máximo, tendo como objectivo prioritário terminar nos pontos, mas sem nunca deixar de olhar para o pódio. “Não vai ser uma corrida fácil, a de amanhã! Mas, como sempre, darei o meu máximo, tendo como objectivo terminar entre os oito primeiros para somar mais alguns pontos e alcançar um bom lugar na grelha de partida da prova de domingo. O pódio não está fora do nosso alcance e, se essa oportunidade surgir, não a enjeitarei”, salientou o piloto oriundo do Porto que este ano tem como melhor resultado o segundo lugar obtido na segunda corrida de Nurburgring.

A corrida de amanhã terá o seu início às 15 horas – hora de Lisboa – e será transmitida em directo pela Sport TV3.

Qualificação difícil para Álvaro Parente

_MG_8775

Álvaro Parente teve uma qualificação difícil para a primeira corrida de GP2 do programa do Grande Prémio de Fórmula 1 da Hungria, não indo além do décimo quarto lugar da grelha de partida devido ao tráfego em pista.

A natureza sinuosa do circuito húngaro acabou por jogar contra o jovem português, dado que, foi prejudicado por uma bandeira vermelha com o seu primeiro jogo de pneus e com o segundo teve sempre carros à sua frente, o que o impediu de materializar o seu andamento no resultado que estava ao seu alcance, como demonstra o quinto registo que assinou na sessão de treinos-livres da manhã, apesar de um problema eléctrico o ter obrigado a parar o seu carro em plena pista.

Álvaro Parente chegou a deter o sexto tempo da tabela, ao realizar uma boa marca com o seu primeiro jogo de pneumáticos, mas uma bandeira vermelha – provocada pelo incidente que evolveu Romain Grosjean e Fanck Perera – e o tráfego, catalisado pela competitividade do plantel da GP2, acabaram por o atirar para o décimo quarto posto final.

Este é um resultado que não agrada ao piloto da Ocean Racing Technology, que, ainda assim, ficou a menos de um segundo do tempo que deu a pole-position a Lucas di Grassi. “Esta foi uma qualificação muito complicada. O carro perdeu alguma eficácia com a subida da temperatura do asfalto, mas pior que isso foi o tráfego e a bandeira vermelha logo no início da sessão. Dei sempre o meu máximo, mas na volta em que estava a ser mais rápido apanhei um piloto na última curva, o que me impediu de melhorar a minha marca” sublinhou o piloto apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision.

Num circuito em que as ultrapassagens são extremamente difíceis, prevê-se uma corrida bastante complicada para o português, muito embora se espere que, como é seu apanágio, realize mais uma exibição estóica e que, ajudado por uma boa estratégia, alcance um bom resultado. “Não será fácil obter uma boa classificação em Hungaroring, dado que aqui é preponderante ter uma boa posição na grelha de partida. No entanto, espera-se que amanhã esteja mais fresco, o que nos permitirá replicar o bom andamento que evidenciámos nos treinos-livres. Se isto se verificar, poderemos, com a ajuda de uma boa táctica de corrida, alcançar os pontos”, salientou com confiança Álvaro Parente.

A prova de amanhã terá o seu início às 15 horas, hora de Lisboa, e será transmitida em directo pela Sport TV1.

Álvaro Parente arranca de 9º, apesar das bandeiras amarelas

VY9E2108

Álvaro Parente alcançou hoje a nona posição da grelha de partida para a primeira corrida de GP2 do programa do Grande Prémio de Fórmula 1 da Alemanha, a disputar amanhã em Nurburgring, depois de ter sido prejudicado na sua volta mais rápida.

O traçado germânico apresentou-se ao longo dia de hoje com forte nebulosidade e com temperaturas baixas, chegando a cair alguns pingos de chuva, o que precipitou a entrada de todos os pilotos em pista de modo a garantirem rodar ainda com o asfalto seco.

Sem que a ameaça de chuva se tenha concretizado, Álvaro Parente esteve sempre entre os pilotos mais rápidos em pista, chegando a deter o sexto registo. No entanto, com o seu segundo jogo de pneus, viu a sua volta mais rápida ser prejudicada por um pião de Luca Filippi, dado que foi dos primeiros pilotos a apanhar bandeiras amarelas devido ao erro do italiano, vendo-se obrigado a levantar o pé. “O carro está bem equilibrado e rápido, o que me permitiu rodar em tempos muito competitivos. Porém, na minha melhor volta apanhei bandeiras amarelas devido ao pião do Filippi, o que me abrigou a reduzir substancialmente o meu andamento. Penso que, sem isto, poderia ter alcançado um lugar entre os quatro primeiros”, salientou o jovem piloto da Ocean Racing Technology.

A arrancar do nono lugar da grelha de partida, as expectativas do português são elevadas, dado que o seu carro está equilibrado, apesar da superioridade evidenciada pelos pilotos da ART Grand Prix e da Piquet GP. No entanto, o arranque será um momento de extrema importância, dada a natureza da primeira curva do traçado de Nurburgring. “O carro está bem afinado e não está a desgastar muito os pneus, o que nos dá a garantia de sermos rápidos e consistentes ao longo de toda a corrida. Ainda assim, desconhecemos qual a situação dos restantes pilotos e a partida será determinante, dado que tenho muitos carros à minha volta e a primeira curva deste circuito é propensa aos toques. Penso que podemos lutar pelas posições pontuáveis e esse é o nosso objectivo para a corrida de amanhã”, afirmou com confiança o piloto apoiado pela Soccerade, Delta, TMN, Aurora Group, Geotur e Cision.

A prova de amanhã terá o seu início às 15 horas, hora de Lisboa, e será transmitida em directo pela Sport TV2.